Publicidade
Manaus
Manaus

Após discussão e briga, homem é assassinado pelo ex-cunhado militar em campo de futebol

O homicídio ocorreu no bairro Colônia Antônio Aleixo, na Zona Leste de Manaus. O cabo do Exército Brasileiro, que matou com três tiros, foi preso em flagrante. Autuado por homicídio, ele já está preso no batalhão da Polícia do Exército 06/12/2015 às 11:24
Show 1
Segundo a irmã de Hélio (foto), a vítima e o militar não tinham nenhuma desavença, e ela não entende o motivo do crime
fÁBIO oliveira Manaus (AM)

O desempregado Hélio de Souza Braga, de 24 anos, foi assassinado com três tiros nesta madrugada deste domingo (6), em Manaus. O crime ocorreu em um campo de futebol localizado na rua Monteiro Maria, bairro Colônia Antônio Aleixo, na Zona Leste de Manaus.

De acordo com relatório da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o autor dos disparos foi identificado como Antônio Serginelson Alves Pereira, 22. A motivação ainda não foi esclarecida pela Polícia Civil. O acusado foi preso em flagrante por policiais militares da 28ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). 

De acordo com a irmã da vítima, a estudante Darlhes Souza, de 21 anos, o autor dos disparos é seu ex-marido, um cabo do Exército Brasileiro. Ela explicou que estava em casa quando ouviu gritos vindo do campo de futebol.  Quando chegou, ela encontrou seu irmão e seu ex-companheiro trocando socos. 

Consta no relatório do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi feito o flagrante, que a vítima havia quebrado uma garrafa na cabeça do militar que, em seguida, sacou a arma e efetuou três disparos. A irmã da vítima não soube explicar o motivo da discussão. 

"Eles nunca brigaram, não sei o que aconteceu. Quando ouvi a gritaria eu corri e vi os dois brigando. O homem que matou é meu ex-marido e pelo que sei eles nunca tiveram desavença", explicou a irmã da vítima. Após os disparos, o acusado foi levado para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Chapot Prevot, no mesmo bairro. 

Segundo a irmã, uma viatura da 28ª Cicom foi acionada para ir até a unidade hospitalar onde se encontrava o cabo. Lá, os policiais deram voz de prisão e o encaminharam para o 14º DIP, no bairro Tancredo Neves, onde foi autuado por homicídio. 

Na manhã deste domingo, militares da Polícia do Exército (PE) foram até a unidade policial,  recolheram o militar e o conduziram até a carceragem do batalhão da PE, onde ficará preso à disposição da justiça.

Publicidade
Publicidade