Publicidade
Manaus
CRISE

Após dois meses de rebelião nos presídios do AM, 112 presos ainda continuam foragidos

A Seap juntamente com a SSP disponibiliza dois telefones para que a população possa colaborar com a captura dos fugitivos 02/03/2017 às 05:06
Show a critica
Policiais buscam há dois meses pelos foragidos (Foto: Jander Robson /AC)
Rita Ferreira Manaus (AM)

Quase metade dos detentos que fugiram durante rebelião em presídios do Amazonas continuam foragidos. De acordo com informações da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), 112 presidiários ainda não foram recapturados pela polícia e 113 voltaram aos presídios. A rebelião que resultou em uma das maiores crises do sistema penitenciário do Amazonas completa dois meses hoje (1).

No primeiro dia deste ano, 56 presos morreram e 225 fugiram do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), ambos localizados no Km 8 da BR 174.

Segundo o secretário da Seap, tenente-coronel da Polícia Militar, Cleitman Coelho, a Secretaria forneceu todas as informações necessárias sobre os foragidos às Polícias Militar e Civil, que auxiliam nas buscas realizadas pela Secretária de Segurança Pública (SSP). Além disso, outras ações como contagens frequentes dos presos, revistas nos presídios e nas visitas estão sendo realizadas frequentemente para evitar novas fugas e rebeliões. 

"Passados dois meses dos eventos do início do ano, estamos efetuando diversas ações para que o sistema prisional alcance um nível de estabilidade, que possa tranquilizar a todos, especialmente a população. Desde a fuga no primeiro dia do ano, todos os policiais civis, militares e os da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) estão na incansável missão de recapturar os foragidos, conciliando com suas missões diárias. Através desse empenho já foram recapturados mais da metade dos foragidos daquele episódio", relatou.

A Seap juntamente com a SSP disponibiliza dois telefones para que a população possa colaborar com a captura dos fugitivos. Quem tiver informações que levem aos foragidos pode denunciar pelo Disque Denúncia 181 e WhatsApp (92) 9412-4431.

Publicidade
Publicidade