Publicidade
Manaus
Manaus

Após ficar de coma, professora atropelada enquanto pedalava em Manaus está fora de perigo

De acordo com o marido, que pedalava com ela, a professora ainda respira com a ajuda de aparelhos, mas já responde com sinais aos médicos e familiares. Ele chamou de imprudência o ato do motociclista em alta velocidade que atropelou Joelma, no bairro Petrópolis 20/11/2015 às 16:02
Show 1
O Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio ficou três horas sem energia, apenas os setores de urgência
luana carvalho Manaus (AM)

A professora Joelma Silva de Oliveira, de 44 anos, atropelada na noite da última terça-feira (17) enquanto pedalava com o marido, nas proximidades do Colégio Militar da Polícia Militar, localizado na rua Codajás, bairro Petrópolis, Zona Sul, está fora de perigo, segundo o marido, Fernando Vieira dos Santos. 

“Assim que ela foi internada, os médicos disseram que o estado dela era muito grave. Mas graças a Deus, há dois dias que ela vem reagindo”, contou. Segundo ele, a professora, que está internada no Hospital Pronto Socorro João Lúcio, na Zona Leste, ainda está respirando com a ajuda de aparelhos, mas já responde com sinais aos médicos e familiares.  

“São alguns tipos de reações, mas o mais comum é quando a gente pede para ela apertar nossa mão, para responder algumas coisas, e ela aperta”, relatou fernando. 

‘Imprudência’

A ciclista estava pronta para fazer o retorno na rua Codajás quando uma motocicleta em alta velocidade a atingiu. O condutor da moto aparentava ter aproximadamente 15 anos e fugiu do local após o acidente. Na ocasião, ela foi internada  em estado grave e em coma induzido, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HPS João Lúcio.  

Em relação ao suspeito, Fernando disse que, até a manhã desta sexta-feira (20), não tinha nenhum posicionamento da polícia. “Como estou praticamente 24 horas com ela, não estou com tempo para cobrar uma resposta imediata da polícia, mas até agora, até onde eu saiba, ninguém foi preso ou se quer ouvido”.

A Polícia Civil foi procurada, nesta manhã, mas não enviou resposta sobre o caso.  O acidente foi causado por uma motocicleta modelo Honda CG 150 de cor preta, placa PHF-6088. O veículo foi levado para o 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o caso foi registrado.

Publicidade
Publicidade