Publicidade
Manaus
IRREGULARIDADES

Após fiscalizações do CRF-AM, MP abre inquéritos para investigar estabelecimentos

Serão investigadas três farmácias, um hospital e a Secretaria Especial de Saúde Indígena. Dentre as irregularidades estão o armazenamento inadequado de medicamentos 19/08/2018 às 16:55
Show fiscaliza  o agora 1528a3e8 08ba 4c15 8f42 4919f580ebe8
Os estabelecimentos foram fiscalizados pelo CRF-AM em dezembro do ano passado (Foto: Divulgação)
acritica.com* Manaus (AM)

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) atendeu demanda do Conselho Regional de Farmácia do Amazonas (CRF-AM) para investigar estabelecimentos irregulares de Atalaia do Norte (a 1.136 quilômetros de Manaus). As aberturas dos inquéritos foram publicadas no Diário Oficial do MP-AM no último dia 15 e assinadas pela promotora Ynna Breves Maia.

Serão investigadas três farmácias, um hospital e a Secretaria Especial de Saúde Indígena. Dentre as irregularidades estão o armazenamento inadequado de medicamentos e ausência de responsáveis técnicos.

Os estabelecimentos foram fiscalizados pelo CRF-AM em dezembro do ano passado, como parte do cronograma de vistorias que acontecem no interior.

“O CRF-AM intensificou seus processos de fiscalização e viu a necessidade de encaminhar ao MP-AM relatórios detalhados sobre a situação dos estabelecimentos irregulares perante ao Conselho. Detectamos falta de profissionais farmacêuticos e infrações sanitárias, que muitos desses estabelecimentos acabaram cometendo”, afirmou a vice-presidente do CRF-AM, Luana Santana. “O objetivo de acionar o MP é fortalecer as ações de fiscalização e participar junto do Conselho e da Vigilância Sanitárias, nas fiscalizações em todo Estado”.

A vice-presidente do CRF-AM adiantou que esta semana novas fiscalizações serão feitas em um dos municípios do interior. “Esta fiscalização foi provocada pelo MP-AM, com base em denúncias recebidas e em relatórios do Conselho em fiscalização. Estas ações conjuntas já aconteceram e continuarão acontecer no interior e na capital”, explicou.

Denúncias

A recomendação do Conselho Regional de Farmácia do Amazonas é de que os pacientes sempre procurem farmácias em boas condições sanitárias e com um farmacêutico presente no momento do atendimento. Denúncias podem ser feitas pelo site www.crfam.org.br e pelos telefones  3584-4042 e 3584-3732.

*Com informações de assessoria de imprenssa

Publicidade
Publicidade