Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
Manaus

Após negociação, rebelião chega ao fim em presídio de Tefé; cinco detentos ficaram feridos

Os detentos iniciaram a rebelião porque estavam insatisfeitos com as mudanças realizadas pela nova direção, como a suspensão do banho de sol e as mudanças nos horários de visitas, segundo a Polícia Militar



1.jpg
A rebelião foi encerrada às 15h40, logo após a chegada da tropa do 1º Batalhão de Policiamento de Choque (1º BPChoq).
04/07/2015 às 19:18

A rebelião iniciada na manhã deste sábado (4), na Unidade Prisional do município de Tefé, chegou ao fim às 15h40 após negociação - e também com a chegada da tropa do 1º Batalhão de Policiamento de Choque (1º BPChoq) ao local -, informou por meio de nota a Polícia Militar do Amazonas.

O Capitão Vanderley negociou a liberação dos cinco detentos que estavam sendo mantidos reféns. Eles estavam com escoriações superficiais pelo corpo e um deles sofreu um desmaio durante o ocorrido, sendo conduzido ao hospital local. Todos passam bem.

Segundo informações do Comandante do Comando de Policiamento Especializado, Tenente-Coronel Cleitman, os detentos iniciaram a rebelião porque estavam insatisfeitos com as mudanças realizadas pela nova direção, como a suspensão do banho de sol e as mudanças nos horários de visitas. Por isso, exigiam a saída do diretor durante o motim.

Além do efetivo de policiais militares do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o Comando de Policiamento Especializado (CPE) enviou 15 policiais militares do 1º BPChoq para reforçar o policiamento na ocorrência.

Em nota, a PM informaram também que a Unidade Prisional conta atualmente com 130 detentos. A tropa do 1º BPChoq continua no local para manter a ordem pública no município de Tefé.

*Com informações da assessoria de comunicação


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.