Publicidade
Manaus
ACIDENTE

Após perder controle, caminhão atinge carros e casas no Mauzinho, Zona Leste de Manaus

Segundo policiais da 29º Cicom, o veículo atingiu quatro carros, uma moto e destruiu duas casas. Uma cachorra morreu. 22/03/2017 às 17:48 - Atualizado em 22/03/2017 às 19:30
Show caminh o0333
Segundo populares, o caminhão perdeu o controle por volta das 16h. Foto: Antonio Lima
Amanda Guimarães Manaus (AM)

Um caminhão de lixo da empresa Marquise Ambiental perdeu o controle na tarde desta quarta-feira (22), na Avenida Leste, bairro Mauzinho, Zona Leste de Manaus. Segundo policiais da 29º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o veículo atingiu quatro carros, uma moto e destruiu duas casas (uma de alvenaria e outra de madeira). Uma cachorra morreu.

O feirante Léo Lira, 36, dono do pálio que foi atingido durante a ocorrência, contou que o veículo perdeu o controle por volta das 16h. "Estava deitado. Escutei só o barulho. O caminhão veio freando na ladeira, mas o balão secou. Quando viu as pessoas na rua, o motorista tentou frear, mas não conseguiu. A nossa preocupação é que alguma criança tivesse sido atingida, mas graças a Deus, não. Só uma cachorrinha que não resistiu", comentou.

A casa de alvenaria ficou totalmente destruída e a de madeira parcialmente. Ainda segundo o feirante, o condutor do caminhão fugiu depois da colisão com as casas. "Ele pensou que tinha atingido uma pessoa e fugiu. A casa de alvenaria estava para venda. Já na outra residência de madeira, os moradores estão viajando. Não tinha ninguém na hora do que aconteceu", afirmou.

A cozinheira Marlene Paz, 47, que mora em uma residência ao lado esquerdo das casas que foram atingidas, contou da sensação em ouvir o caminhão atingindo os carro."Estava no último quarto da minha casa. As minhas netas estavam na frente brincando. Escutamos só o forte barulho e pensamos que as crianças tinham morrido, pois elas estavam na rua. Foi horrível, mas graças Deus elas correram", comentou.

Os carros atingidos pelo caminhão foram um Fiat Siena, de placas JXO - 9352, um Pálio JWT -2093, uma Strada, de placas OAM - 1870, um Pálio - sem placa identificada e uma Motocicleta Honda, sem placa identificada.

Empresa deve arcar com as despesas
Segundo o feirante Léo Lira, os representantes da empresa Marquise Ambiental, que foram até o local, garantiram que vão arcar com todas as despesas. Mas, para a nossa equipe de reportagem, os representantes afirmaram que só vão se pronunciar sobre o caso através da assessoria de imprensa.  

Publicidade
Publicidade