Publicidade
Manaus
Fechado

Após roubo, posto do Sinetram no PAC da Compensa permanece fechado

O fato tem gerado prejuízo e desconforto para a população que procurar todos os dias o posto para abastecer o cartão cidadão (Vale Transporte) e o passa fácil (Carteira Estudantil) 11/10/2016 às 10:46
Show 1142341
Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), localizado na Compensa (Foto: Aguilar Abecassis)
Isabelle Valois Manaus (AM)

Após ser alvo de vandalismo o posto do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram), localizado dentro do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), localizado na Compensa, Zona Oeste, permanece mais de 11 dias com as portas fechadas sem previsão para o retorno das atividades. O fato tem gerado prejuízo e desconforto para a população que procurar todos os dias o posto para abastecer o cartão cidadão (Vale Transporte) e o passa fácil (Carteira Estudantil).

Assim é o caso da diarista Núbia Souza, 31. Ela recebe por semana o valor específico para o transporte de ida ao trabalho e retorno para casa, porém como precisa pegar dois ônibus para realizar um dos percursos, sempre deposita o dinheiro no cartão cidadão para evitar ter que pagar outra passagem. Mas, como a diarista não tem conseguido realizar o depósito, pois o posto se encontra fechado, tem tido prejuízos.

“Moro na avenida Brasil, e atendo duas famílias na semana, uma no Parque Dez e outra no Dom Pedro. Para me deslocar aos dois locais de trabalho preciso pegar dois ônibus, e por isso que deposito o dinheiro do transporte no próprio cartão de ônibus para evitar gastos, mas agora sem o posto próximo de casa, fica mais difícil”, disse a diarista.

Conforme Núbia, com a integração do cartão, conseguia chegar a menos de 30 minutos no trabalho, mas nos últimos dias, como não conseguiu realizar o abastecimento na carteirinha, tem ido para o terminal de integração 1 (T1) em busca de outros ônibus que passem próximo dos locais de trabalho.

“Teve um dia que andei vários quarteirões para conseguir chegar a uma das casas onde trabalho. Cheguei muito cansada e quase duas horas de atraso. Poderia descer no terminal 1 e procurar o posto da Constantino Nery, mas o problema é que toda a vez que alguém sai do terminal, pelo menos para abastecer a carteira no Sinetram, os fiscais do terminal nos cobram outra passagem. Não tenho como perder mais dinheiro com o transporte. Eles fazem de tudo para dificultar ainda mais a vida do trabalhador, espero que o posto do PAC volte logo a funcionar”, comentou Núbia.

Desde o último assalto, todos os dias a diarista procura a unidade do Sinetram no PAC da Compensa para conferir se o posto já se encontra em funcionamento. Núbia disse que outros setores do PAC também foram alvos da criminalidade, mas em menos tempo possível já estavam com as portas abertas para atender a população. “Não é justo. Outros órgãos já estão funcionando e o posto do Sinetram não tem nem consideração de colocar uma placa informando a previsão de reabertura da unidade”, reforçou.

Sinetram

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram) informou que o Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) Compensa está temporariamente suspenso para manutenção do espaço físico. Na última semana, por três dias seguidos, o espaço cedido ao posto de atendimento do Sinetram, foi invadido por criminosos durante a madrugada, que entraram pelo teto do local e levaram a renda. Porém, durante a invasão, o teto ficou totalmente destruído e as gavetas foram arrombadas. O local já está passando por reparos e a previsão de retorno da operação será na próxima semana.

Publicidade
Publicidade