Publicidade
Manaus
HISTÓRIA

Após ser restaurada, marquise histórica é reinaugurada na loja Marisa, no Centro

Há cerca de um ano, a marquise havia sido retirada irregularmente pelos proprietários da loja, com a justificativa de que a estrutura estava prestes a desabar 30/11/2017 às 19:03
Show marisa1
Foto: Euzivaldo Queiroz
Álik Menezes Manaus

Os pedestres que circulavam na avenida Eduardo Ribeiro, no Centro de Manaus, na manhã desta quinta (30), se surpreenderam com a reinauguração da marquise no prédio histórico onde atualmente funciona uma unidade da loja Marisa. As peças de metal fundido, datadas do início do século XX, foram restauradas e colocadas de volta no local original.

Há cerca de um ano, a marquise havia sido retirada irregularmente pelos proprietários da loja, com a justificativa de que a estrutura estava prestes a desabar. Após autorização de órgãos como o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano de Manaus (Implurb), a marquise passou por restauração e foi completamente recuperada.

A dona de casa Carla Saldanha de Souza, 33, disse que ficou surpresa com a reinauguração da loja e da marquise. Segundo ela, obras como essa deveriam ser incentivadas ainda mais porque ajudam a manter o patrimônio histórico e cultural da cidade. “Quando arrancaram eu pensei ‘meu Deus como assim? Vão destruir a fachada’, mas fiquei feliz pois hoje ela está na fachada do prédio de novo. Geralmente a gente não dá valor, tem muitos prédios que perderam essa identidade, mas que bom que esse foi restaurado”, disse. 

O vice-presidente de operações das Lojas Marisa, Marcelo Pimentel, destacou a importância da obra para o grupo e para a sociedade amazonense. “Quando surgiu a oportunidade de restaurar a fachada da loja nós vimos isso mais que simplesmente restaurar por uma questão da obra, mas de poder devolver à Manaus uma fachada histórica restaurada por especialistas. A gente espera que essa loja, esse prédio, seja um referencial de prédio histórico preservado porque ele ajuda a contar a  história da cidade”, disse. 

O arquiteto Alfredo Marques, responsável pela obra, falou sobre a importância do trabalho minucioso realizado no restauro da marquise. Segundo ele, cada peça da marquise demandou uma atenção diferenciada. “Teve peças que precisaram apenas de uma limpeza, mas tivemos algumas peças que precisaram de um trabalho mais especifico. No final, o trabalho foi um sucesso”, disse.

Publicidade
Publicidade