Publicidade
Manaus
Manaus

Após tentar atear fogo na mãe e na irmã, homem afirma que tinha objetivo de matar padrasto

Ele jogou álcool sobre o corpo das duas vítimas e ainda conseguiu atear parte do braço da irmã. Segundo a família, o suspeito é usuário de drogas 07/10/2013 às 19:15
Show 1
Em depoimento, o suspeito disse que tem uma rixa com o padrasto dele
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

Ítalo Estefano da Silva Sales, 26, foi preso início da tarde desta segunda-feira (7) porque tentou matar a irmã e a mãe jogando álcool no corpo delas. Segundo as vítimas, o homem fazia ameaças de que iria atear fogo nas duas e que o real objetivo dele era esfaquear o padrasto. A irmã ainda teve parte do braço queimado por ele.

O caso ocorreu por volta das 13h em uma casa na rua Canário Belga, bairro Petrópolis, na Zona Sul de Manaus. Policiais militares da 3ª Companhia Interativa Comunitária prenderam Ítalo com uso de força. Segundo eles, o suspeito estava com um facão em punho no momento da abordagem e ameaçou os PMs com o objeto.

De acordo com a mãe e vítima, Celma Maria Ayres de Souza, 46, o filho dela é usuário de drogas e se comportava de maneira agressiva quando não recebia dinheiro dela para comprar entorpecentes. O padrasto e alvo do ataque, o vigilante Lenilson Costa de Souza, 46, declarou que Ítalo não trabalha nem estuda, que criou o rapaz desde pequeno e que desde a época da adolescência Ítalo é usuário de drogas.

Lenilson contou à reportagem do A CRÍTICA que ficou sabendo da confusão através de uma mensagem enviada pela filha que estava em cárcere privado na casa da família. Na mensagem, a garota de 19 anos informava ao pai sobre a tentativa do irmão em atear fogo no corpo dela e da mãe e também pedia que ele não retornasse para casa, pois Ítalo o esperava para matá-lo com um facão.

Antes de ser preso, o suspeito ainda conseguiu atear fogo em parte do braço da irmã, que foi salva por outra filha da família, de 17 anos, que apagou as chamas. Segundo as vítimas, na manhã desta segunda (7) Ítalo pediu à mãe dinheiro para usar drogas, e como a ela não atendeu ao pedido, o rapaz agiu agressivamente.

Em depoimento no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ítalo confessou ser usuário de drogas e disse que não tinha a intenção de matar nem a mãe nem a irmã. Ele declarou ao delegado Rafael Almeida que tem uma desavença com o padrasto e que o objetivo dele era matar Lenilson. Ítalo foi autuado em flagrante por violação doméstica e ameaça e será encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

*Com informações do repórter Adriano Silva

Publicidade
Publicidade