Publicidade
Manaus
AJUDA

Após ter casa incendiada por marido, mulher pede ajuda para reconstruir lar dos filhos

A dona de casa Lídia Souza, 35, perdeu tudo o que demorou anos para conseguir. Ela havia decidido se separar do companheiro, mas ele não aceitou 31/03/2018 às 17:02 - Atualizado em 31/03/2018 às 17:09
Show 4
Foto: Winnetou Almeida
Álik Menezes Manaus (AM)

A dona de casa Lídia Nascimento de Souza, de 35 anos, perdeu tudo que tinha conquistado arduamente nos últimos anos. Isso porque na tarde dessa sexta-feira (30) o marido dela, José Ferreira dos Santos, ateou fogo na casa de madeira onde o casal e os quatro filhos viviam na rua Poraquê, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste da cidade.

Hoje, sábado (31), ainda muito abalada, a dona de casa voltou ao local do incêndio, onde morava há cerca de dois anos. Observando as cinzas dos antigos móveis, Lídia ficou bastamente emocionada. “Perdemos tudo, não sei o que vou fazer para abrigar meus filhos”, disse ela à reportagem do Portal A Crítica.


Foto: Winnetou Almeida

Segundo Lídia, ela e o marido vinham brigando muito nos últimos dias desde que ela decidiu se separar e José não aceitou o fim do relacionamento. Após mais uma briga, o homem, embriagado, acordou o filho mais velho, de 16 anos, e mandou que ele levasse os outros três irmãos para a casa da avó. “Ele não teve pena nem das crianças, acordou o mais velho e disse para ele levar todos para casa da mamãe porque ele ia queimar a casa, ia acabar com tudo”, relatou, Lídia, chorando.

Após o crime, o homem foi preso, mas, segundo Lídia, a prisão não é suficiente para quem destruiu o que simboliza a fortaleza de uma família, a casa. “Foram tantos anos de luta para conseguir ter uma casa, um lar, era de madeira, humilde, mas era nosso, foi conquistado com muito esforço, muito trabalho. Perdemos tudo, só sobrou a roupa do corpo”, lamentou.


Foto: Winnetou Almeida

Hoje, Lídia e uma filha de 5 anos estão abrigadas na casa de uma irmã dela e os outros três filhos, o de 10, 13 e de 16 anos, estão divididos em casas de parentes. Mas eles não poderão ficar por muito tempo. A dona de casa precisa de ajuda material e financeira para conseguir reconstruir a casa. “Eu estou ali embaixo na casa da minha irmã, mas é uma quitinete e lá já moram quatro pessoas, já é pequeno para eles. Sou muito grata à minha irmã, mas eu sei que a gente não pode ficar lá por muito tempo. Preciso de ajuda para conseguir minha casa de novo”, disse.

Na manhã deste sábado (31), a dona de casa foi surpreendida com a ajuda de um morador do bairro Mauazinho, que ficou sabendo da tragédia, e doou duas camas. Ela e as crianças precisam de roupas, alimentos, e material de construção para reconstruir à casa da família. “Eu mesmo não tenho condições hoje de comprar material e pagar alguém para construir nossa casa, não tenho nenhum dinheiro. Eu liguei para a Defesa Civil, mas eles não trabalham hoje e me disseram que vão vir na segunda-feira, mas meu problema é urgente”, disse.

Quem puder doar material de construção, roupas e alimentos, pode entrar em contato com a dona de casa pelo número (92) 98142-4990. “Vou ser eternamente grata. Estou sem chão, não sei o que vou fazer para ter nossa casa de volta, não tenho como, se alguém puder ajudar...”.


Foto: Winnetou Almeida

Publicidade
Publicidade