Publicidade
Manaus
Manaus

Arquidiocese de Manaus divulga programação dos festejos da padroeira do AM, próximo dia 8

No dia da festa da Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Maria, a arquidiocese também celebrará a abertura do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. A procissão passará por alterações devido à reforma na avenida Eduardo Ribeiro. Este ano, todo o dinheiro arrecadado será destinado aos cristãos que sofrem na Síria e Iraque 02/12/2015 às 15:21
Show 1
Arcebispo de Manaus informou que no dia 8 de dezembro, a solenidade da Imaculada Conceição, a igreja realizará uma coleta diferencia
isabelle valois Manaus (AM)

Com o tema "Maria, Santa e Imaculada no Amor", a Arquidiocese de Manaus divulgou na manhã desta quarta-feira (2) a programação dos festejos da padroeira do Amazonas, Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Maria. No dia da festa da padroeira, 8 de dezembro, a arquidiocese também celebrará a abertura do ano Jubileu Extraordinário da Misericórdia. A procissão deste ano passará por algumas alterações, por causa da reforma de um trecho da avenida Eduardo Ribeiro.

As festividades da padroeira tiveram início com o novenário no dia 29 de novembro e continuará até o dia 7 deste mês. O lema da festa é "Sede Misericordiosos como vosso pai é misericordioso", retirado do livro do evangelho de São Lucas.

O arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani, informou que no dia 8 de dezembro, próxima terça-feira, a solenidade da Imaculada Conceição, a igreja realizará uma coleta diferencial. Desta vez, todo o dinheiro arrecadado será destinado aos cristãos que sofrem na Síria e Iraque, uma forma de resposta ao pedido do Papa Francisco.

“As igrejas da Síria do Iraque estão sendo aniquiladas e perseguidas. Uma igreja que sofre o martírio. Então, para não só rezar por eles, vamos encaminhar essa ajuda como sinal. Sabemos que não irá resolver o problema deles, porém será uma forma de mostrar que eles são amados e não estão esquecidos, pois a pior coisa no mundo é ser esquecido e por isso acatamos a sugestão da Conferência Episcopal Latino Americano de Celam de destinar a coleta do dia 8 para os cristãos perseguidos nesses dois países, e lá o martírio nos une, todas as crenças são perseguidas”, explicou o arcebispo.

Os festejos da padroeira irá marcar a abertura do Ano Jubilar da Misericórdia proclamado pelo papa Francisco. “Desde o antigo testamento existe o ano Jubilar que acontece de 50 em 50 anos, as dividas eram perdoadas, a terra deveria repousar, momento de colocar a ordem na casa, cessar a violência e a igreja continua com esse costume, e papa acaba convocando o Ano Santo.

Este ano, é um ano extraordinário, pois o papa tem percebido que o grande problema do mundo hoje é a falta de misericórdia, os corações estão endurecidos, as pessoas não se perdoam mais, a palavra perdão parece que saiu do vocabulário e o mundo está estranhamente violento, por isso ele dedicou o ano”, informou.

A característica do ano Jubilar é o perdão, em Roma, na Basílica de São Pedro, toda vez é aberta uma porta conhecida como a "Porta Santa", aberta nos anos santos, como um simbolismo de passagem, vida nova, entrada e peregrinação. Mas, para este ano extraordinário, o papa orientou que pela primeira vez todas as catedrais do mundo tenham também uma Porta Santa.

Em Manaus, não será diferente. Além do simbolismo da porta na Catedral Metropolitana de Manaus, os Santuários de Aparecida, São José Operário e Nossa Senhora de Fátima também terão uma Porta Santa.

No caso da Catedral, todos os dias a partir das 8h até 12h e das 14h às 18h, haverá um padre para atender as confissões dos fiéis. Nos santuários também o mesmo procedimento, porém o sacramento será mais dedicado nos dias de novenas que já são tradicionais em Manaus. A solenidade do Ano Extraordinário da Misericórdia será na missa das 7h30 do dia 8 de dezembro.

Mudanças no roteiro da procissão da Imaculada

Neste ano, devido as obras ocorrentes na avenida Eduardo Ribeiro, a procissão da Imaculada terá um novo tinerário. De acordo com o pároco da Matriz, padre Charles Cunha, a procissão iniciará às 17h e seguirá pela avenida Sete de Setembro, Joaquim Nabuco, rua Ramos Ferreira, Getúlio Vargas, rua Saldanha Marinho e avenida Eduardo Ribeiro.

“A partir dos festejos da padroeira, todas os eventos grandes terá a estrutura do Centro Integrado de Comando e Controle, para garantir segurança aos fiéis”, informou.

No dia 8 de dezembro a programação inicia às 7h30 e em seguida às 10h. A tarde, a partir das 15h haverá a oração do terço seguido do Ofício de Nossa Senhora e após iniciará a procissão as 17h em seguida a missa solene da padroeira.

Publicidade
Publicidade