Publicidade
Manaus
Manaus

Arrecadação municipal fecha o semestre com alta de 17%

Receitas provindas da recuperação da Dívida Ativa e do Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) também registraram altas significativas de 37% e 33% respectivamente. 25/07/2013 às 12:33
Show 1
Entre o quadro das receitas próprias do município, a maior arrecadação foi do Imposto Sobre Serviços (ISS)
acritica.com Manaus

A receita tributária do município fechou o semestre com alta de 17%. Significa dizer que, de janeiro a junho, os cofres municipais arrecadaram mais de R$ 486,4 milhões. As cifras são referentes a receitas de impostos e taxas municipais. Comparado ao mesmo período de 2012, o incremento foi acima de R$ 70 milhões.

Para o secretário Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), Ulisses Tapajós, os números são satisfatórios e refletem o atual esforço da equipe fazendária. “Estamos trabalhando para aumentar nossa base imobiliária, além de desburocratizar todos os processos, inclusive para abertura de empresas. Essa eficiência sempre refletirá diretamente na receita do Executivo”, afirmou o secretário.

Entre o quadro das receitas próprias do município, a maior arrecadação foi do Imposto Sobre Serviços (ISS), que registrou receita de R$ 266,3 milhões neste primeiro semestre, 7% maior que o ano anterior. Somente em junho, o imposto de serviços arrecadou R$ 36,8 milhões.

Já o Imposto Sobre Propriedade Territorial e Urbana (IPTU), obteve o maior percentual de crescimento deste semestre entre as receitas próprias, 42%, e somou R$ 75,3 milhões. Ulisses Tapajós projeta que, até final do ano, a receita de IPTU chegue a R$ 100 milhões. “Serão R$ 25 milhões a mais se comparado a 2013”, afirmou.

A Taxa de Verificação de Funcionamento Regular, o Alvará, também apresentou evolução nos seus números. Em seis meses, arrecadou R$ 19,2 milhões e já superou em 18% as cifras do mesmo período do ano passado. A estimativa é que a receita referente à Taxa feche o ano com pelo menos R$ 25 milhões.

Em cifras, foram R$ 33,6 milhões provindos da Dívida e R$ 31,9 milhões do imposto de transmissão somente neste semestre.






Publicidade
Publicidade