Domingo, 25 de Outubro de 2020
Manaus

Arthur pede abertura de inquérito policial para apurar procedência de DVDs

Ele atribui à adversária Vanessa Grazziotin a distribuição de DVDs apócrifos distribuídos a evangélicos em reunião ocorrida no Salão de Festas Dulcilas, no último domingo



1.jpg Candidato Arthur Neto
22/10/2012 às 20:08

A assessoria jurídica do candidato a prefeito de Manaus, Artur Virgílio Neto, entrou com representação junto ao Ministério Público Federal para que seja aberto inquérito policial que averigue a procedência dos DVDs apócrifos distribuídos a evangélicos em reunião ocorrida no Salão de Festas Dulcilas, no último domingo (21), na Ponta Negra.

O advogado Christhian Naranjo explicou que a falta do Cadastro de Pessoas Jurídicas (CNPJ) nos DVDs evidencia o esquema de caixa 2 adotado pela candidata comunista para esconder gastos de campanha.



“Estão anexados na representação a filmagem de pessoas saindo da reunião e dentro do recinto com os DVDs distribuídos por cabos eleitorais. Não posso precisar prazo, mas, tenho certeza que ocorrerão desdobramentos esclarecedores”, adiantou.

A mídia gravada nos DVDs reproduzia discursos do então senador Artur Neto sobre aborto e casamento entre o mesmo sexo.

Com informações da assessoria.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.