Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
Manaus

Artur libera praia da Ponta Negra para competição esportiva

Área a ser utilizada para a realização do Campeonato Brasileiro Hammerhead de Aquathlon, será monitorada por sobrevoos e barcos



1.jpg Desde o aparecimento de jacarés na orla da Ponta Negra, os banhistas estão proibidos de nadar na praia, que está sob monitoramento constante de bombeiros
09/05/2013 às 07:44

A Praia da Ponta Negra foi liberada nesta quarta-feira (08) pelo prefeito Artur Neto para a realização do Campeonato Brasileiro Hammerhead de Aquathlon, que vai reunir, no próximo sábado, em Manaus, 154 atletas de 18 estados brasileiros. Para os banhistas, no entanto, até o momento não há permissão do uso das águas, mesmo após a afirmativa de vários biólogos especialistas em jacarés assegurarem que o animal não é caçador e, por isso, não partiria em ataque aos frequentadores que estivessem nas águas, não sendo um risco para os banhistas da praia.

A recomendação é que haja um bom monitoramento de soldados de soldados do Corpo de Bombeiros para evitar a aproximação dos répteis, caso reapareçam, como vai acontecer durante a prova, garantiu o titular da Secretaria Municipal de Desporto, Lazer e Juventude (Semdej), Fabrício Lima. Ele explicou que a vistoria vai demandar a realização de sobrevoos, viagens de barcos e pessoas em terra monitorando toda a área a ser utilizada pela competição.

Os atletas irão disputar uma prova de resistência cuja largada acontecerá às 7h30 na Ponta Negra e terá o percurso de 2,5 Km de corrida, sendo 1000m de natação, e mais 2,5 Km de corrida.

SEM JUSTIFICATIVA

A proibição aos banhos na praia, determinada pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) em abril passado, depois de constatada a presença de jacarés nas imediações da praia. Mas essa medida é considerada injustificada por biólogos como Cristina Ísis, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Segundo ela, por não ser um animal caçador, o réptil não vai atacar as pessoas sem ser atacado, por isso, para evitar qualquer acidente com a aproximação deles, seria necessário haver um monitoramento da área. Mesmo assim, o secretário-chefe do Gabinete Militar, coronel Fernando Farias decidiu manter a praia interditada para o uso ao banho.

O Implurb informa que estão sendo feitos estudos e levantamentos no local para subsidiar uma decisão sobre a reabertura da praia de forma que não represente nenhum perigo aos banhistas, o que deverá ser feito em conjunto com os vários órgãos como Parque da Ponta Negra, como Implurb, Corpo de Bombeiros, Semmas e Defesa Civil.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.