Publicidade
Manaus
Manaus

Artur Neto decreta Estado de Emergência em Manaus

A decisão se baseou em estudos realizados sobre os impactos da enchente do rio Negro na capital do Amazonas  23/05/2013 às 20:50
Show 1
O primeiro ‘Alerta de Cheia’ deste ano estimava uma cota máxima de 29m45, bem abaixo do recorde alcançado pelo rio no ano passado e que foi de 29m97
acritica.com Manaus (AM)

O prefeito de Manaus Artur Virgílio Neto decretou por volta das 19h desta quinta-feira (23) Estado de Emergência na cidade. O decreto deve ser publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (23)

De acordo com o decreto, a decisão leva em consideração o relatório técnico da Secretaria Municipal de Defesa Civil (Subdec). “Fica declarada como situação anormal, provocada por desastre natural, caracterizada como situação de Emergência nas áreas ribeirinhas do município de Manaus, para fins de promoção de ações que visem a combater os danos causados pelas cheias do Rio Negro, com contribuição do Rio Solimões, pelo prazo de 90 dias”, diz o texto.

Em nota divulgada pela Secretaria de Comunicação do Município, nesta quinta-feira, a decisão foi baseada em estudos realizados pelo Gabinete Militar, que deverá apontar o cenário provável provocado pela enchente do rio Negro, ocasionada pelo alto índice pluviométrico aliado às contribuições do rio Solimões e seus afluentes. Nesta quarta (22) o nível do Rio Negro atingiu os 28,99 m.


Leia mais sobre o assunto na edição impressa do jornal A Crítica desta quinta-feira (23)


Publicidade
Publicidade