Publicidade
Manaus
Manaus

Assaltantes libertam mãe e crianças feitas reféns e se entregam, no Jorge Teixeira

Dupla armada com revolver 38 e faca invadiu a casa durante uma fuga; eles tentaram assaltar uma loja de material de construção, nas redondezas da casa invadida, mas foram flagrados por policiais e resolveram fugir 22/12/2015 às 18:59
Show 1
Fugindo da polícia, assaltantes invadem residência no bairro Jorge Teixeira
Kamyla Gomes Manaus (AM)

CONFIRA A GALERIA DE IMAGENS

Durante três horas, uma mulher e três crianças viveram momentos de terror nesta terça-feira (22), quando foram feitos reféns de dois assaltantes que, durante uma fuga, invadiram a casa onde elas estavam na Zona Leste de Manaus. Após negociação da polícia, com a ajuda de familiares dos criminosos, às 17h30, eles resolveram se entregar em ninguém ficou ferido.

Era por volta das 14h30, quando os assaltantes - identificados como Bruno Diego Pereira, de 19 anos, e Jaifran Rodrigues Henrique, de 22 anos - pulando os muros, invadiram a casa, localizada na rua Cinco de Maio, no bairro Jorge Teixeira. Eles estavam fugindo da polícia porque minutos antes tentaram assaltar um mercadinho nas redondezas e foram denunciados à polícia pelo comerciante.

Foto: Aguilar Abecassis

Armados com um revólver calibre 38 e uma faca, eles entraram no local e renderam a mulher e as crianças para não serem levados pelos PMs.

Foto: Aguilar Abecassis

Inicialmente, durante a negociação, eles liberaram duas crianças, de sexo e idades ainda não confirmadas. Durante a ação criminosa, ficaram reféns dos bandidos um menino de três anos e duas meninas, uma de cinco e outra de oito anos de idade, além de Daiane Teles 25 anos, que segundo da polícia é mãe de duas das três crianças. 

Local invadido pela dupla (Foto: Aguilar Abecassis)

Ninguém ficou ferido e os assaltantes foram levados para o 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Policiais da Força Tática e da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) participaram da ação.

Os assaltantes contaram que são amigos desde a infância e que moram perto um do outro no mesmo bairro, a poucas ruas dos locais onde praticaram os crimes hoje (22). Eles informaram ainda que a "dica" para assaltar o mercadinho foi dada por uma terceira pessoa.

Publicidade
Publicidade