Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Manaus

Assaltos em ônibus aumentam 46% nos primeiros quatro meses deste ano em Manaus

Segundo o Sinetram as empresas sofrem uma média de 100 assaltos por mês e já contabilizam um prejuízo de R$ 110.236 mil neste ano



1.gif Motoristas das linhas 600 e 650, da empresa Global Green, paralisam frotas após assaltos
04/05/2015 às 14:10

Só neste ano, 100 ônibus foram alvos de assaltantes por mês, 46% a mais que o registrado nos quatro primeiros meses de 2014 em Manaus. O 414º caso deste ano aconteceu na última sexta-feira (1), em um ônibus da linha 600. No ano passado, 959 assaltos em ônibus foram registrados, sendo 283 até o mês de abril, gerando medo aos funcionários e usuários e um prejuízo de R$ 235.430 mil às empresas.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou que em 2015 as empresas já contabilizam um prejuízo de R$ 110.236 mil. Nenhuma empresa da atual frota do sistema de transporte coletivo escapou dos assaltos. A ‘Integração Transportes’ foi a mais sofreu com a violência. Só neste ano, 90 ônibus da empresa foram assaltados, totalizando um prejuízo de quase R$ 30 mil em roubos. 

No ranking dos assaltos, a ‘Via Verde Transportes’, que liga diversos bairros das zonas Oeste e Centro-oeste de Manaus, está em segundo lugar, tendo perdido R$ 15.64 mil em assaltos desde janeiro deste ano. A ‘Global Green’, que atua na Zona Leste da cidade, registrou 57 assaltos no ano e um prejuízo de R$ 14.220 mil. 

Assalto a mão armada

As imagens do assalto à linha de ônibus 600 da empresa Global Green já foram entregues à Secretaria de Segurança Pública (SSP), de acordo com o advogado do Sinetram, Fernando Moraes. O ônibus, que faz rota para a Zona Leste, foi alvo de três assaltantes armados na última sexta-feira (1), deixando dois homens feridos. Cobradores e motoristas das linhas 600 e 650, da mesma empresa, iniciaram uma paralisação por conta dos constantes assaltos. As linhas voltaram a circular na manhã de sábado. 

O protesto começou após dois ônibus da mesma empresa terem sido assaltados no bairro Jorge Teixeira e São José, também nesta sexta. Em um dos casos, dois passageiros foram baleados, por isso, motoristas e cobradores decidiram recolher mais de 30 ônibus, aproximadamente.

O crime aconteceu às 16h20, quando três homens armados entraram na linha 600 e anunciaram o assalto. Segundo o motorista, que preferiu não se identificar, os assaltantes colocaram uma arma no ouvido da cobradora e levaram todo o dinheiro. Eles também fizeram um “arrastão”, levando os pertences dos passageiros. 

Um idoso que estava sentado perto da cadeira da cobradora se assustou no momento que o assaltante puxou o relógio dele e acabou levando um tiro no ombro. Outro passageiro levou um tiro na perna, segundo o motorista. O caso foi registrado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP).



Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.