Publicidade
Manaus
JUSTIÇA

Audiência de instrução do delegado Gustavo Sotero é agendada para junho

Durante a audiência as testemunhas serão ouvidas, Sotero interrogado, e o juiz analisará se o réu será (ou não) levado a júri popular. Ele é acusado de assassinar Wilson Justo Filho dentro de uma casa de shows de Manaus 23/01/2018 às 21:47 - Atualizado em 25/01/2018 às 23:19
Show jus
O delegado Gustavo Sotero (à esquerda) e a vítima. Foto: Divulgação
Vitor Gavirati Manaus (AM)

A audiência de instrução do delegado Gustavo Sotero, acusado de assassinar o advogado Wilson Justo Filho dentro de uma casa de shows de Manaus em novembro do ano passado, foi agendada para o próximo dia 14 de junho. A data foi confirmada pela assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (Tjam).

O procedimento marcado serve para começar a instrução do processo contra Sotero. Durante a sessão as testemunhas serão ouvidas e o réu interrogado. De acordo com a assessoria do Tjam, depois da audiência de instrução, são anexados documentos para a comprovação das teses, tanto da acusação como da defesa.

Na sequência, o juiz verifica se, com a instrução terminada, existem elementos suficientes para que Sotero seja levado a júri popular.Caso o juiz entenda que o delegado não deva ir a júri popular, ele será declarado absolvido.

Em dezembro, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) denunciou Sotero por homicídio triplamente qualificado.

O crime

O advogado Wilson Justo Filho foi assassinado por volta das 3h do dia 25 de novembro do ano passado, no Porão do Alemão, na Zona Oeste de Manaus. Para cometer o crime, Gustavo Sotero, o autor dos disparos, usou uma pistola Taurus .40, fornecida pelo Estado por conta de seu trabalho como delegado. Além de matar Wilson, Sotero ainda deixou outras três pessoas feridas.

Publicidade
Publicidade