Segunda-feira, 17 de Fevereiro de 2020
merenda cortada

Por falta de alimentação, aulas estão suspensas na Creche da Polícia Militar

Segundo pais, o anúncio foi feito durante uma reunião nesta quinta-feira (5) - o contrato com a empresa que fornece a alimentação foi rompido e ainda não há uma substituta. PM nega fechamento e diz que unidade será dedetizada



CRECHE_PM.JPG Localizada no bairro Petrópolis, na Zona Sul, creche atende mais de 500 crianças entre 1 e 5 anos. (Clóvis Miranda)
05/05/2016 às 21:08

Pais de alunos da Creche Infante Tiradentes da Polícia Militar, no bairro Petrópolis, na Zona Sul, foram surpreendidos com a informação de que a partir desta sexta-feira (6) as aulas estarão suspensas na unidade por falta de merenda escolar. Segundo eles, o contrato com a empresa que fornece a alimentação foi rompido e ainda não há uma substituta por falta de verbas. 

O enfermeiro Clóvis Moura, pai de um aluno de 3 anos, disse que o comunicado foi feito nesta quinta-feira (5) pela manhã, durante uma reunião com os pais. “O diretor da escola confirmou que as aulas estão suspensas até que uma nova empresa seja contratada para prestar o serviço. O problema é que esse aviso foi feito muito em cima da hora e a maioria dos pais não tem com quem deixar as crianças. Todo mundo foi pego de surpresa”, afirmou ele. 



Ainda de acordo com Moura, o mesmo problema estaria acontecendo em outras duas unidades, situadas no bairro Cidade Nova, na Zona Norte, e na Nilton Lins, na Zona  Centro-Sul.  Só na creche Tirandentes estudam mais de 500 crianças de 1 a 5 anos, em horário integral e meio período.

A assistente social Nathália Palmeira, 29, disse está apavorada com a medida anunciada pela escola. “Nunca imaginei passar por isso, porque nunca relataram nenhum problema com a merenda das crianças nesse tempo todo. A minha filha estuda lá há 4 anos e como eu trabalho fora, não sei com quem deixá-la”, disse. 

Por telefone, a Comandante-Geral da Polícia Militar, Marcus James Frota, negou que as aulas na creche Tiradentes esteja suspensa. Segundo ele, a instituição não tem nenhum problema com a alimentação oferecida nas creches e que apenas hoje não terá aula, porque a unidade será dedetizada. Ele também disse que as aulas retornam normalmente na próxima semana. “Os pais devem ter compreendido algo errado. Nossas unidades estão funcionando normalmente”, garantiu. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.