Publicidade
Manaus
Manaus

Automóveis: IPI prorrogado anima concessionárias de Manaus

No trimestre de 2012, em todo o AM, foram emplacados 6,96 mil veículos, de acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores 02/04/2013 às 06:57
Show 1
Governo reduziu IPI para segurar a economia. A prorrogação vai até dezembro
Luana Gomes ---

A prorrogação do desconto do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) nos carros anima as concessionárias de Manaus, especialmente com os resultados positivos de vendas de início de ano. Dados do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) apontam que até o dia 19 de março deste ano foram emplacados 7,16 mil automóveis mais comerciais leves somente na capital. No trimestre do ano anterior, em todo o Amazonas, foram emplacados 6,96 mil veículos, de acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Segundo o gerente da Via Marconi (autorizada Fiat), Antônio Carlos, embora tenha sido adotada no segundo semestre a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) foi responsável pela elevação em 8% das vendas da marca na capital. O representante diz que a expectativa para este ano é que o crescimento fique em 5%, especialmente com a manutenção do benefício até o final do ano.

Na concessionária, o veículo de menor preço vendido ontem era o Uno Mile básico, motor 1.0. O veículo estava a R$ 21,99 mil. O gerente pontuou que a redução do tributo influencia principalmente o valor do produto e não o de venda. No ano passado, com o IPI zerado, estava a R$ 21,40 mil.

Na Porto, autorizada Renault, o carro de menor preço da concessionária ainda estava com o desconto de IPI zerado, segundo o gerente comercial, Gustavo Barros. O Clio 1.0, modelo 2014, estava a R$ 22,99 mil, mesmo valor do ano anterior. “A montadora preferiu manter o bônus”, comentou. Em uma proposta de financiamento com entrada de 20%, o consumidor poderia pagar até 60 parcelas de R$ 409, a uma taxa de 0,99% ao mês.

Na Solimões, o veículo de menor preço era o Gol Geração 4, a R$ 25,10 mil, enquanto o de maior (com fabricação nacional) era o Golf, comercializado a R$ 55,47 mil. Com o financiamento em até 60 meses e 20% de entrada, a taxa de juros fica em 1,36% ao mês, o que resultava em um valor financiado de R$ 28,14 mil e R$ 64,15 mil, respectivamente.

Medida

Com a decisão, a alíquota de carros populares motor 1.0 fica em 2% até o final de 2013. O patamar “comum” a este veículo é de 7%.

No caso de carros com motores de 1.0 a 2.0 (flex), esta tributação é de 7% para o mesmo período. A alíquota plena é de 11%. Enquanto isso, aqueles que usam gasolina, de 1.0 a 2.0, ficam com uma alíquota de 8%, cinto pontos percentuais a menos que o que é estabelecido normalmente.

Publicidade
Publicidade