Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
Manifestação bancários

Bancários fecham agência em protesto contra insegurança

Manifestação é realizada pelo Sindicato dos bancários que também reivindica aumento no número de funcionários e de seguranças na agência assaltada na quarta-feira (12)



1.png Além de segurança, bancários denunciam número insuficiente de funcionários
13/06/2013 às 11:21

Funcionários da agência do banco Itaú que foi assaltada na tarde de quarta-feira (12) fazem uma manifestação na manhã desta quinta-feira (13) para reivindicarem mais segurança na agência.  A manifestação é coordenada pelo Sindicato dos Bancários do Amazonas.

De acordo com o diretor do Sindicato, José Leite, além da questão da segurança, os funcionários da agência reivindicam um número maior de funcionários que, de acordo com ele, é insuficiente para atender o fluxo de clientes que procuram o banco. Atualmente, seis pessoas trabalham no banco quando o número ideal seria o de 12 pessoas.

“Os funcionários ficaram abalados após o assalto e exigem a transferência para outras agências, além do pedido de melhoria na segurança. Nessa agência do Manoa, são apenas dois seguranças, sendo que quando um precisa sair para o almoço, o outro fica sozinho dentro do banco e isso não está correto segundo a determinação da Consolidação das Leis do Trabalho, que determina que haja três seguranças por unidade bancária”, declarou o diretor.

O sindicato exigiu ao banco que a agência fosse fechada hoje (13) e orienta os clientes a procurarem caixas eletrônicos para realizarem suas operações bancárias. Na ocasião, os bancários também reclamaram da falta de uma porta giratória da agência com detector de metais na entrada principal do banco, fato que facilitou a entrada da quadrilha, composta por quatro homens e uma mulher, todos armados com pistolas.

A equipe de reportagem do acritica.com procurou o gerente geral da agência, Roberto Junior, que disse que não tinha autorização para se pronunciar sobre a manifestação dos bancários. Questionado sobre a falta da porta e do detector de metais na agência inaugurada há um ano, ele afirmou que a medida foi em atenção aos clientes que reclamavam do constrangimento durante a entrada no local.

Roberto afirmou ainda que um técnico verificou as imagens do circuito interno de segurança que serão enviados à polícia, com o objetivo de identificar os suspeitos. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD).

O diretor do Sindicato dos bancários disse à reportagem que a direção do Itaú entrou em contato com a entidade e informou que os funcionários serão transferidos e novos serão realocados para a agência assaltada, além disso, confirmou que irá providenciar mais um segurança para o local.  Em relação à instalação de uma nova porta giratória no local, até o momento não se pronunciou sobre o assunto.

A direção do sindicato dos bancários prometeu continuar a manifestação até sexta-feira (14), se o banco não cumprir com as reivindicações da categoria.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.