Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019
Manaus

Bandidos amarram e torturam vítimas em assalto, em Manaus

Dois assaltantes invadem uma residência pelo telhado, no bairro Flores, zona Norte da cidade, e fazem dois reféns. Eles roubam televisão LCD, celulares, notebooks, microondas e aparelhos e DVD



1.jpg Casa que foi assaltada em Flores
12/04/2012 às 21:19

Duas pessoas foram amarradas e mantidas reféns por uma dupla de assaltantes durante um roubo, na tarde desta quinta-feira (12), em uma residência localizada na rua  4, no Conjunto Duque de Caxias, em  Flores, na zona Norte de Manaus (AM).

Conforme as vítimas, os assaltantes adentraram à casa passando por cima de um telhado que dá acesso ao segundo andar do imóvel. “Eles vieram de um terreno baldio, atravessaram pelo telhado e me surpreenderam aqui dentro”, revelou o professor Samyr Batalha, 27, filho da proprietária da residência. “Graças a Deus, meus familiares não estavam aqui e eu consegui conquistar a confiança de um dos ladrões”, ressaltou.



Ainda de acordo com ele, o pedreiro João Francisco Souza, 52, também foi rendido quando chegou ao local para realizar seu trabalho na casa. “Eu já estava amarrado quando o pedreiro bateu no portão. Eles ficaram irritados e foram abrir. Quando ele entrou o pegaram e amarraram também” contou o professor.

O pedreiro além de ser amarrado, ainda levou uma coronhada na cabeça. “Eu nunca passei por isso. Foi horrível! Você chega para trabalhar e é recebido com uma arma na cabeça”, comentou a vítima.

Da casa, os bandidos fugiram com um veículo Logan prata, de placas NPB-9937. eles levaram ainda um microondas, dois aparelhos de DVD, duas TV´s, sendo uma delas LCD de 42 polegadas; dois notebooks e dois celulares.

Conforme a polícia, uma hora e meia depois o carro roubado foi localizado na rua 7, no Conjunto Primavera, no Parque Dez, na zona Centro-Sul da cidade.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.