Publicidade
Manaus
ASSALTOS

Bandidos levaram R$ 1 milhão em assaltos a ônibus em Manaus em 2017, diz Sinetram

Em média, foram dez assaltos por dia. A empresa que mais sofreu com os crimes foi a Integração Transportes, com prejuízo de R$ 305 mil 15/01/2018 às 11:59 - Atualizado em 15/01/2018 às 12:15
Show show 8d346995 bd84 493d ac6b 7ab14f4ed2d3
Apenas no ano de 2017 foram registrados 3.844 crimes no transporte público de Manaus (Foto: Arquivo A Crítica)
acritica.com Manaus (AM)

Em média, dez assaltos foram registrados por dia em Manaus em 2017 nas nove concessionárias que operam no sistema de transporte coletivo da cidade. Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), o prejuízo chegou a mais de R$ 1 milhão. No total, foram apontados 3.844 crimes.

Conforme o demonstrativo anual de roubos em empresas de transporte público, divulgado nesta segunda-feira (15) pelo Sinetram, as empresas que mais tiveram prejuízo foram a Integração Transporte (R$ 305.861,55), a Global Gnz (R$ 187.629,20), Açaí Transportes (R$ 102.985,40) e a Viação São Pedro (R$ 101.558,30).

A empresa Integração Transportes também ficou na liderança no número de assaltos no ano passado, pois foram registradas 977 ocorrências. Já a Global GNZ ficou com 689 crimes, enquanto a Açaí Transportes com 526.  

O mês que o Sinetram registrou mais assaltos foi o de agosto com 371. O que apresentou menos ocorrências foi fevereiro com 252 crimes.

Diminuir criminalidade

De acordo com o presidente do Sinetram, Carmine Furletti Júnior, a instituição já implantou várias tecnologias para diminuir esse índice de criminalidade, mas para que isso ocorra, é fundamental a adesão da população ao sistema de pagamento eletrônico.

“O pagamento da tarifa com os cartões Passafácil é a melhor opção. Além de o usuário não mostrar dinheiro, ele não terá problemas com o troco. Hoje já são 189 postos de recarga espalhados pela cidade, além da compra pela internet, que pode ser feito, também, através de transferência bancária”, destaca Furletti.

Ainda de acordo com o presidente, em todos os casos de assaltos são registrados Boletins de Ocorrência (BO) e as imagens das câmeras de segurança dos ônibus são repassadas para a polícia identificar e prender os criminosos.

“A polícia tem trabalhado bastante para reduzir esses crimes, porém não há como colocar um policial em cada ônibus ou ponto de parada, o que acaba contribuindo para esses índices. Por isso, tirando o pagamento em dinheiro, temos certeza que esses crimes vão reduzir consideravelmente”, finaliza.

Cartão Passafácil

O usuário que for emitir o cartão Cidadão deve se dirigir ao posto de atendimento do Sinetram na sede do órgão ao lado do T1, ou no Terminal 3. Lá ele apresenta apenas o RG e CPF. A emissão da primeira do cartão via é gratuita, a partir da segunda via o usuário paga uma taxa de R$ 15.

Publicidade
Publicidade