Publicidade
Manaus
Manaus

Bando é preso ao comercializar baterias automotivas furtadas de porto na Zona Leste

No último sábado foram levadas do porto 76 baterias, mas só 56 foram recuperadas. As peças, de um tipo único na cidade, estavam sendo revendidas 02/03/2016 às 16:36
Show 1
Nilo, Thiago Ferreira, Thiago Salvador e Wildemar foram presos em flagrante por receptação qualificada
ACRITICA.COM ---

Policiais do 29º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em ação conjunta com policiais civis da 3ª Seccional Leste, prenderam na tarde de terça-feira (1º) quatro homens envolvidos na receptação de baterias automotivas furtadas no último sábado (27) de um porto na zona Leste da cidade.

Segundo o delegado Marcos Paulo Graciano, titular do 29º DIP que liderou a ação, foram levadas do porto 76 baterias e recuperadas com os infratores 56 unidades. O furto aconteceu à noite, em uma balsa atracada no porto. A vítima, responsável pelo transporte das baterias de Rondônia para o Amazonas, registrou a ocorrência e informou que as peças eram únicas, pois não havia produtos iguais em Manaus.

“Ao longo das investigações descobrimos que as baterias furtadas estavam sendo vendidas por dois homens na Zona Leste e fomos até lá averiguar a informação. Nilo Ramos Cabral Filho, 34; Thiago de Souza Ferreira, 20; Thiago Salvador Reis, 23; e Wildemar Azevedo da Costa, 29, foram presos durante as diligências”, explicou Graciano.

Ao chegarem na avenida Cosme Ferreira, os policiais civis abordaram Nilo e Thiago Ferreira, que estavam em um carro modelo Fox, comercializando seis baterias idênticas às furtadas. A dupla confessou que estava revendendo as unidades e indicou os vendedores da mercadoria: Thiago Salvador e Wildemar.


Conforme a autoridade policial, a equipe de investigação seguiu em busca dos outros dois indivíduos na Rua Marechal Deodoro, bairro Colônia Oliveira Machado, zona Sul da capital e, ao chegar ao local, encontrou os dois homens chegando à casa de Wildemar.

“No interior do imóvel apreendemos mais 50 baterias furtadas da balsa. Na ocasião, Wildemar informou que ele e Thiago Salvador haviam comprado a mercadoria na Rua Marcílio Dias, bairro Centro, de um homem ainda não identificado, e pretendiam revendê-las para obter lucro”, informou Graciano.

O delegado disse que, ao todo, 56 baterias foram devolvidas à vítima e as investigações continuarão para que os autores do furto sejam identificados e possam responder criminalmente pelo delito.b

Nilo, Thiago Ferreira, Thiago Salvador e Wildemar foram presos em flagrante por receptação qualificada. Após os procedimentos cabíveis, eles serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade