Publicidade
Manaus
Manaus

Bando faz buraco em muro e rouba produtos de supermercado da Zona Norte

Um buraco foi feito no muro lateral do supermercado Carrefour, por onde o grupo entrou e retirou os produtos 12/08/2013 às 14:16
Show 1
Um buraco foi feito no muro lateral do supermercado, por onde o bando entrou e retirou os produtos
Bruna Souza Manaus, AM

Uma unidade do supermercado Carrefour, localizado na avenida Max Teixeira, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, foi invadido por uma quadrilha que levou equipamentos eletrônicos, como televisores e condicionadores de ar, na noite deste domingo (11). Os bandidos fizeram um buraco no muro lateral do estabelecimento, por onde entraram e furtaram os equipamentos. Duas pessoas foram presas e três menores apreendidos durante a ação policial.

De acordo com policiais militares da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), eles estavam em patrulhamento pela via, por volta das 23h30, quando avistaram um adolescente carregando uma TV de LCD. O suspeito se assustou com a viatura e tentou fugir, mas foi capturado. Ao ser questionado do porquê de estar na rua naquela hora da noite e ainda tentar correr, o adolescente admitiu o esquema.

Em uma casa situada ao lado do estabelecimento comercial, os policiais encontraram os objetos furtados, retirados pelo espaço feito no muro lateral. Duas pessoas foram presas dentro da casa e mais três adolescentes apreendidos por participarem do crime. Todos foram levados ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Segundo a polícia, na noite de domingo havia uma festa nas proximidades do local e, por isso, não foi possível ouvir o barulho do grupo quebrando o muro. O supermercado Carrefour não informou quantos e quais produtos foram levados e qual o prejuízo do assalto.

O caso é investigado e, segundo a polícia, há suspeitas de participação de mais pessoas no crime. Os adolescentes foram levados para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infraccionais (DEAAI) e os outros serão encaminhados nesta segunda-feira (12) para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da cidade.

Esclarecimentos
Em nota à imprensa, o Carrefour limitou-se a esclarecer o ocorrido, dizendo que a polícia foi acionada para conduzir a situação. A companhia informou. ainda, que está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações.

Publicidade
Publicidade