Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
Manaus

Bando rende e sequestra militar em Manaus

Os suspeitos foram levados ao 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram autuados em flagrante pelos crimes de restrição de liberdade e cárcere e formação de quadrilha



1.jpg Bando tentou roubar militar e acabou preso
08/10/2013 às 09:27

Quatro homens de uma mesma família foram presos na noite desse domingo (6) após sequestrarem um militar do Exército Brasileiro na Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. De acordo com a polícia, o militar, que usava farda, foi abordado pelos suspeitos e levado dentro do próprio veículo. Os suspeitos foram presos na avenida Coronel Teixeira, em frente ao Comando Militar da Amazônia (CMA) vinte minutos após a abordagem.

O militar de 24 anos estava saindo de serviço quando entrou no carro, um Peugeot de cor prata, e foi surpreendido pelo quarteto. Williames Magalhães de Souza, 23, o irmão Jefferson Magalhães de Souza, 22, e os primos Adilson Anderson Feitoza da Natividade, 22, e Josué de Souza Neto, 22, fingiram estar armados e ameaçaram a vítima.

Segundo a polícia, o militar foi amarrado e colocado no banco de trás do veículo. A esposa da vítima estava nas proximidades do local, presenciou o fato e acionou os policiais militares da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

De acordo com o aspirante D. Matos, o carro foi localizado em frente ao CMA e ao fazerem a abordagem, os suspeitos ainda tentaram fugir, mas foram capturados pelos policiais.

“Eles estavam no veículo e pretendiam realizar saques da conta do militar. A ação foi rápida e em menos de vinte minutos a equipe da 19ª Cicom conseguiu deter os bandidos”, disse o aspirante.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas informou que o quarteto disse em depoimento que Adilson morava no bairro Nova Floresta, na Zona Leste, e os outros três haviam chegado do município de Novo Airão (localizado a 115 quilômetros de Manaus) há apenas três meses e estavam desempregados, por isso decidiram fazer o sequestro relâmpago do militar.

Os suspeitos foram levados ao 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram autuados em flagrante pelos crimes de restrição de liberdade e cárcere e formação de quadrilha. Adelson, Jefferson, Josué e Williames serão levados à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa ainda nesta segunda-feira.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.