Sexta-feira, 16 de Agosto de 2019
Manaus

Bando rouba setor financeiro de universidade e causa pânico entre alunos da Nilton Lins

Os assaltantes encapuzados levaram cerca de três minutos para roubar o setor financeiro da instituição. Alunos alegam ter ouvido ao menos três tiros. A reitora nega esta informação.



1.jpg Polícia irá investigar as imagens do circuito interno de segurança
06/05/2013 às 15:26

Cerca de quatro homens armados com escopetas e pistolas invadiram o setor financeiro da Universidade Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras, Zona Centro Sul de Manaus, e roubaram cerca de R$ 5 mil, na noite desta segunda-feira (29).

Três deles executaram o roubo, e os outros ficaram do lado de fora em um veículo Kadett cor branca rebaixado, fazendo a cobertura do assalto.

De acordo com informações da delegada Cristina Portugal, responsável pela investigação, após assistir as imagens do sistema interno de segurança da universidade, o assalto foi trabalho de profissionais. O caso foi registrado no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

"Eles entraram no prédio armados e colocaram os capuzes antes de iniciar o assalto, que durou cerca de três minutos. Pelo tempo que levaram e a forma como executaram, eles  sabiam exatamente o que estavam fazendo", comentou a delegada.

Ainda segundo Portugal, a polícia não descarta da hipótese dos assaltantes terem obtido informações de dentro da própria instituição. "Nesses casos há, geralmente, informações de pessoas que conhecem o cotidiano do local. Os funcionários do setor financeiro presentes durante o assalto serão ouvidos na condição de testemunhas do roubo. As investigações já começaram", completou.

O trabalho de reconhecimento dos rostos dos assaltantes deve acontecer na terça-feira (30) com a análise das imagens de segurança do prédio. O caso deve ser assumido pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

A vice reitora da Universidade Nilton Lins, Carla Pedrosa, afirmou à imprensa que os seguranças são orientados a não reagir, e que a quantidade roubada não foi maior porque muitos alunos preferem pagar a mensalidade no cartão de crédito ou débito. “Estamos colaborando com a polícia desde o início”, disse Carla Pedrosa.

Tumulto e gritaria

Segundo alunos, no momento da ação criminosa, houve tumulto e muitos começaram a correr pelos corredores da instituição. De acordo com um grupo de alunos que não quiseram se identificar, houve ao menos três disparos de arma de fogo. A vice reitora negou que tenha havido disparos durante o assalto.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.