Publicidade
Manaus
Manaus

Barcos naufragam após colisão no porto da Manaus Moderna

Segundo informações do Capitão Leal, do Corpo de Bombeiros, a intensidade da chuva e os banzeiros que se formaram fez com que os barcos de recreio colidissem após o choque 19/11/2013 às 19:29
Show 1
Barco afundou após colidir com outro
Bruno Strahm Manaus (AM)

As embarcações Dona Maria 1 e MS Vitória afundaram no início da tarde desta terça-feira (19), no porto da Manaus Moderna, na Zona Sul de Manaus. De acordo com informações de testemunhas, policiais militares da 24° e da 33° Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e do Corpo de Bombeiros, a forte chuva que atinge a cidade neste momento causou os fortes banzeiros que fizeram os barcos colidirem e afundarem.

Um terceiro barco, chamado Capitão Almir Araújo, teve o casco rachado no mesmo acidente e conta com a ajuda de uma bomba hidráulica para não naufragar. Na hora do incidente não havia nenhum passageiro a bordo, somente três cachorros que não conseguiram escapar.


Banzeiro forte

De acordo com o depoimento feito por Silvana Guimarães, proprietária do MS Vitória aos bombeiros, por volta de 13h30, o cabo que segurava a embarcação Capitão Almir Araújo à balsa da Manaus Moderna se rompeu e deixou o barco à deriva, o mesmo acabou se chocando com Dona Maria e MS Vitória, que acabaram por afundar.

“Devido ao forte banzeiro houve a colisão das embarcações de recreio. Eram embarcações consideradas de médio porte com capacidade para cerca de 80 passageiros cada uma. Mas só houve perdas materiais, nenhuma vítima humana”, afirmou Capitão Leal do Corpo de Bombeiros.

Segundo Ney Costa, estivador do porto que estava na balsa no momento do acidente, os barcos agüentaram somente 20 minutos antes de naufragarem. “Na hora do acidente tiramos alguns alimentos, mas grande parte das mercadorias ficou na água. O prejuízo dos donos foi muito grande”, disse bastante transtornado.

Os dois barcos seguiriam com diversos tipos de material para o interior. Thiago Gomes, empresário, perdeu cerca de R$ 40 mil em confecções no MS casa que seguiria para o município de Autazes. O Dona Maria seguiria para o município de Urucará.

“São sete volumes de confecções que estão debaixo da água, meu prejuízo foi muito grande. Mas podia ser pior, ainda bem que ninguém morreu”, lamentou Gomes.


Investigação

A Capitania dos Portos esteve no local para iniciar a investigação sobre o acidente. Eles não quiseram falar com a imprensa no momento e se limitaram a dizer que o depoimento das testemunhas estava sendo levantado para posteriormente divulgar o laudo oficial. As duas embarcações devem ser içadas na quarta-feira (20).

Publicidade
Publicidade