Sábado, 17 de Abril de 2021
Manaus

Bebê de 1 ano e 7 meses morre após ser atacado por pit bull, na Zona Norte de Manaus

A mãe da criança viu o cachorro cheirando seu filho e tentou afastá-lo do animal, num movimento brusco. Familiares tiveram que matar o pit bull para tentar salvar o menino e levá-lo ao hospital



1.jpg O velório da criança aconteceu na própria residência, sob forte chuva. Os familiares ainda estavam muito abalados com o incidente e não quiseram falar com a reportagem
02/10/2014 às 15:48

Um menino de 1 ano e 7 meses de idade morreu após ser atacado por um cachorro da raça pit bull na noite desta quarta-feira (1º), no núcleo 11 do bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus.

Segundo a polícia, o animal - que convivia com a família há anos - teria avançado após a mãe puxar o garotinho, de forma brusca e num instinto materno, para longe do cachorro, que já havia se aproximado e cheirava o bebê.



Conforme a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas informou, o menino se chamava Pedro Augusto e estaria brincando no pátio da casa quando tudo aconteceu – por volta das 22h30.

Após o ataque do pit bull, familiares precisaram matar o bicho para conseguirem retirar o menino da posse do animal. Pedro Augusto foi mordido na região do pescoço e cabeça.

Equipe de socorro levou o garotinho para o Hospital da Criança da Zona Leste “Joãozinho”, com ferimentos na traqueia. Ele veio a óbito na unidade de saúde, cerca de uma hora depois de dar entrada. O velório dele deve ocorreu na manhã desta quinta (2).

O caso foi registrado no 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), na Cidade Nova, por um tio da criança. Segundo o delegado plantonista Gerson Corrêa de Oliveira, será aberto um inquérito, onde os pais da criança serão ouvidos para saber as condições sob as quais o cão vivia e a relação do animal com as pessoas.

O caso será, então, encaminhado à Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), mas uma possível punição cabe apenas ao juiz, se entender que houve negligência dos pais. O enterro será feito no Cemitério Parque Tarumã, na Zona Oeste da cidade.

Homem 'condenado' por atacar cães

Este caso acontece menos de um mês após o funcionário público Renan Agra Pereira agredir dois pit bulls a terçadadas, que teriam invadido sua casa e ameaçado sua mulher e filha pequena.

O caso dividiu opiniões, principalmente nas redes sociais, e Renan chegou até a ser denunciado por uma Organização Não-Governamental (ONG) por maus tratos.

Segundo o homem, a atitude dele foi apenas para salvar a família do ataque dos animais. Os cachorros teriam fugido da casa dos pais da dona, no bairro Vila da Prata, na Zona Oeste, no dia 14 de setembro.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.