Publicidade
Manaus
PNEUMONIA

Bebê venezuelana de 11 meses morre de pneumonia em hospital de Manaus

A criança, indígena e do sexo feminino, faleceu na madrugada de domingo (14). Ela estava internada no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo 15/05/2017 às 15:24 - Atualizado em 15/05/2017 às 16:38
Show 18516076 1537321316286564 396588374 n
Foto: Arquivo
Vinicius Leal

Uma bebê venezuelana de 11 meses, indígena da etnia Warao e do sexo feminino, morreu de pneumonia, insuficiência renal e respiratória neste final de semana em Manaus. A criança, identificada como Fernanda Rattia, faleceu na madrugada de domingo (14), por volta das 4h.

As informações foram confirmadas pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). Segundo o órgão, a menina estava internada desde a última sexta-feira (12) no Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, localizado na Zona Leste da capital.

Até o momento, não há informações sobre como foi o tratamento dela no hospital, bem como a internação de outras crianças. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

Na tarde de hoje, segunda-feira (15), os pais da criança e amigos da família, também indígenas da etnia Warao, sepultaram o corpo do bebê no cemitério Nossa Senhora Aparecida no bairro Tarumã, na Zona Oeste da capital.

Atualmente, vários venezuelanos vivem em Manaus em situação de risco pelas ruas da cidade. Desde o início da crise no país vizinho, muitas pessoas, principalmente indígenas, atravessaram a fronteira para cidades brasileiras na tentativa de escapar da escassez de alimentos e de assistência básica.

Ainda segundo a Sejusc, na semana passada outra criança indígena venezuelana, de 4 anos, estava internada em tratamento contra tuberculose, mas foi liberada com quadro estabilizado, ou seja, fora de risco, inclusive de contágio.

Publicidade
Publicidade