Domingo, 19 de Maio de 2019
FARMÁCIA

Bemol visa potencial de mercado e volta ao segmento farmacêutico

De volta às origens, a Bemol inaugurou na última terça-feira (20), a “Bemol Farma” com a venda de medicamentos, produtos de higiene e beleza



bemol_farma.JPG
Bemol Farma está localizada no bairro Tarumã. Foto: Clóvis Miranda
25/12/2016 às 15:20

Poucos sabem, mas a Bemol surgiu no comércio amazonense como uma empresa de produtos farmacêuticos, na década de 40, antes de migrar para o segmento de eletrodomésticos. “O investimento no ramo de farmácia e drogarias é um retorno do segmento farmacêutico porque a Bemol foi fundada em 1942 como uma revendedora de produtos farmacêuticos”, disse o diretor-presidente da Bemol, Jaime Benchimol.

De volta às origens, a rede de lojas inaugurou na última terça-feira (20), a “Bemol Farma” que vai comercializar medicamentos, produtos de higiene e beleza. De acordo com Benchimol, o interesse em voltar ao setor farmacêutico foi para aproveitar o potencial de crescimento do ramo em longo prazo.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população adulta e idosa do País terá uma predominância maior nos próximos anos e a tendência é aumentar devido ao processo de transição para baixos níveis de mortalidade e de fecundidade. Com menos gente nascendo e as pessoas vivendo cada vez mais, a população "envelhecerá". A partir deste diagnóstico, Benchimol ressaltou que há uma demanda crescente pelo consumo de medicamentos.

Quanto aos produtos de higiene e beleza, o diretor-presidente destaca a potencialidade do segmento. “Higiene e beleza pessoal tem demonstrado um potencial de crescimento e resiliência diante da crise econômica bastante grande a despeito do momento econômico”, enfatizou Benchimol.

CIRCULAÇÃO
Movimentar as vendas tanto da loja quanto da farmácia foi a ideia que gerou a “Bemol Farma”, favorecendo, com o fluxo dos consumidores, os dois segmentos.  “Inicialmente, a ideia é construir algumas farmácias ao lado das lojas para que elas possam se beneficiar mutuamente do tráfego gerado pelos dois empreendimentos”, previu o diretor-presidente da loja de departamentos.

COMPETIÇÃO

O diretor-presidente Jaime Benchimol contou que por ter apenas uma unidade da drogaria já aberta, ainda não há a possibilidade de comprar diretamente da fábrica. “São segmentos separados, então é uma atividade e a comercialização do varejo é outra. Nós vamos competir como todas as outras farmácias competem”, explicou Benchimol.

A competitividade do mercado é vista como uma chance de melhorar o atendimento. “A competição é saudável, porque cria alternativas para o consumidor, ela é desejável, porque impulsiona as empresas para fazer melhor. A gente vê com naturalidade o fato de que nós iremos precisar competir para merecer a preferência dos clientes”, completou.

Cartão entre os diferenciais

Para o diretor-presidente da Bemol, Jaime Benchimol, no mercado da Região Norte já existem empresas atuantes que têm um bom conceito, mas ele acredita que há espaço para competição. “Nossa ideia para fazer esse investimento não é apenas no Amazonas, mas nos Estados vizinhos onde atuamos”, completou Benchimol.

Destacando o diferencial da empresa para as demais que atuam no mercado, ele cita  o fato de que será aceito o cartão Bemol para parcelamento das compras realizadas na “Bemol Farma”, tanto de medicamentos como dos demais produtos oferecidos.  “Ele torna acessível a compra de medicamentos através desse mecanismo de parcelamento”, afirmou Benchimol.

A dona de casa Amanda Assis diz que a disponibilidade da forma de pagamento auxilia no momento em que a doença aparece. “Às vezes somos pegos de surpresa (pela doença) e com o cartão Bemol é ótimo”, aprovou.

Já a jornalista Cynthia Blink, assegura que é mais uma opção válida ao fazer compras. “Tudo que vem pra facilitar a vida da gente é muito bem-vindo. Quase não uso dinheiro, só débito. Então, ganho mais uma opção agora”, observou.

Habituada a utilizar o crediário da loja, Flávia Simas soube da inauguração da Bemol Farma e acredita que a opção de comprar com o cartão Bemol é válida. “Achei ótimo, pois às vezes não tenho outro cartão disponível e a Bemol trouxe essa opção”, disse.

Os preços dos produtos serão alinhados aos de mercado, semelhante aos já praticados pelas lojas. O parcelamento poderá ser feito em até quatro vezes sem juros, o que significa um benefício a mais  ao cliente. Aos clientes "diamante", será oferecido o parcelamento de cinco vezes no cartão Bemol.

Para o diretor-presidente, o atendimento é um dos pontos fortes da empresa. “A Bemol tem a tradição de atender bem, atender com responsabilidade. Mais um ponto que nos fortalece e nos faz acreditar que nós podemos prosperar”, disse.

Em 2017, segundo Benchimol, a Bemol Farma terá outras duas ou três unidades dentro de lojas Bemol, dependendo da avaliação desta primeira unidade inaugurada. A meta é acelerar o crescimento da nova marca.

Números

1,1 milhão de pessoas  utilizam o Cartão Bemol para compras nas 20 lojas que compõem a rede de departamentos que abrange os Estados do Amazonas, Rondônia e Acre, de acordo com o diretor-presidente da empresa, Jaime Benchimol.

35,94 bilhões de reais  foi o faturamento do mercado farmacêutico no ano de 2015, um crescimento de 11,99% em relação ao ano anterior, de acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias.

Serviço

BEMOL FARMA TORQUATO
Avenida Torquato Tapajós, nº 8253, Tarumã, ao lado da Bemol Torquato.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.