Publicidade
Manaus
Manaus

Blocos na rua serão em clima de olimpíada em Manaus

Quem pretende pular Carnaval nas ruas em fevereiro deve começar a se preparar para a folia, que no próximo ano vem em clima olímpico: os jogos de 2016, que também serão realizados em Manaus, serão tema dos eventos tradicionais e apoiados pela RCC 14/11/2015 às 16:56
Show 1
Em 2016, a “queridinha” dos “biqueiros”, que acontece tradicionalmente no sábado magro de Carnaval, completará 30 anos
luana carvalho ---

Se o ano inicia só depois do Carnaval, 2016 começará em clima de jogos olímpicos. Os organizadores dos principais eventos de Manaus já começaram os preparativos para colocarem seus blocos e bandas nas ruas da cidade. E, já que Manaus será uma das capitais a receber jogos de futebol das Olimpíadas 2016, por que não unir o útil ao agradável?

A escolha do tema foi unânime. Quem for pular o Carnaval deve começar a preparar suas fantasias de atletas, deuses olimpianos ou usar a criatividade e imaginação para improvisar as fantasias.

Por isso, A CRÍTICA adiantou uma lista de opções para curtir os dias da festa momesca em Manaus. Afinal de contas, só quem é  apaixonado por Carnaval começa a se preparar para a folia com bastante antecedência.

Bloco do Caldeira

Tombado recentemente como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado, o bar do Caldeira realizará seu bloco  na segunda-feira de Carnaval, como já é tradição desde os anos 60. A grande novidade é que, em 2016, o projeto da festa prevê um público de 20 mil pessoas. Neste ano, a banda concentrou oito mil pessoas.  “Estamos finalizando nosso projeto e a gente prevê um espaço muito maior para os foliões, em toda rua José Clemente”, adianta o proprietário do bar, Carbajal Gomes. O projeto todo envolve espaço kids, com monitores, para que os pais pulem o Carnaval sabendo que os pequenos estarão em segurança. O palco será flexível para os dois lados da rua. Enquanto uma banda toca, a outra se prepara para entrar.

Manaus Fantasy

Na segunda-feira gorda de Carnaval, a melhor festa à fantasia já está garantida. No Manaus Fantasy, os foliões  amazonenses podem abusar da criatividade para desfilar na pista da tradicional festa à fantasia. O tema será divulgado brevemente para inspirar os participantes e como em todos os anos, a festa seguirá  premiando os foliões com visual mais inusitado.   Em 2015, na categoria “Grupo”, que exige, no mínimo, dois participantes, o primeiro lugar foi contemplado com um carro zero quilômetro. Já na categoria “Individual”, o vencedor levou para casa uma moto.

Baile Infantil do Tropical

Na terça-feira de Carnaval, a criançada já tem compromisso marcado. O tradicional Baile Infantil do Tropical Hotel também entrará em clima de Olímpiadas e proporcionará, aos pequenos, uma festa com decoração temática e convidados super especiais para o baile. Super-heróis e personagens dos principais filmes infantis divertirão a criançada a partir das 16h30 do dia 9 de fevereiro. Um estúdio com cenário olímpico será montado e os pais poderão registrar o momento de alegria e diversão de seus filhos.  Desde 1995, o baile também realiza concurso de fantasia. As inscrições serão feitas na hora e, os ingressos para pista e mesa, passarão a ser vendidos no início do mês de janeiro.

Banda da Bica

“Quem nunca pulou carnaval na Bica que atire a primeira pedra”. A Banda Independente Confraria do Armando (Bica), que no Carnaval deste ano reuniu  40 mil pessoas, anunciará o tema na próxima semana. Mas o público pode esperar algo bem especial. Em 2016, a “queridinha” dos “biqueiros”, que acontece tradicionalmente no sábado magro de Carnaval, completará 30 anos. No Bar do Armando, localizado  no Largo São Sebastião, Centro, os brincantes se reúnem para brincar ao som das marchinhas tradicionais e escolas de samba convidadas. O que não falta é criatividade, principalmente para se embalar em meio aos bonecões, ícones  da mais tradicional festas de Carnaval de Manaus. Filha do saudoso Armando e organizadora do evento, Ana Cláudia conta que o Carnaval do ano que vem será inesquecível, “como todos os outros que passaram”. “A Bica vai completar 30 anos e o nosso lema é continuar com a tradição e garantir diversão a população no sábado magro de Carnaval”, garantiu.

Banda do Boulevard

No domingo magro de carnaval, em 1987, amigos e moradores da avenida Boulevard Amazonas, atual Boulevard Senador Álvaro Maia, formaram um bloco com aproximadamente 20 foliões sem imaginar no que a confraternização  se tornaria anos mais tarde. A tradicional banda cresceu tanto que, apesar de ser realizada na Zona Centro-Sul da cidade, recebe foliões de todas as zonas. Em 2016, a banda homenageará  as Olimpíadas,  com o tema ‘Boulevard nas Olimpíadas: Manaus, minha medalha é amar você”.  O organizador do evento, Luis Cláudio Chaves, conta que os ensaios já começaram e, desta vez, acontecerão em logradouros e praças públicas de forma itinerante. A ideia do  projeto “Samba na Praça”  é reunir a bateria, intérpretes e passistas uma vez na semana, em locais diferentes, e preparar os foliões para o dia 31 de janeiro, domingo magro do Carnaval de 2016.  A agenda com os ensaios abertos será divulgada na página do Facebook da banda.

Banda do Galo

A banda do Galo é hoje o maior bloco de rua de Manaus. Em 2015 ela reuniu 150 mil foliões e a previsão de público é a mesma para o próximo ano. O tema já foi definido e, em 2016, o Galo invade a avenida das Torres como  “O campeão da folia”, desta vez, na terça-feira de Carnaval.  Outra novidade é que os foliões poderão formar seus blocos, com camisas confeccionadas pela marca e com direito a espaço na área VIP. “A ideia é promover a confraternização de amigos no Galo. O Carnaval já é muito bom e, com os amigos, fica muito melhor”, comenta o organizador do evento, Theofilo Alves. Para garantir mais conforto aos foliões que curtirão muito frevo durante o trajeto, o ponto de concentração poderá ser alterado e o horário inicial deve passar das 10h para as 14h.

Bloco das Piranhas

Com um público de aproximadamente 80 mil pessoas, todos os anos o Bloco das Piranhas movimenta foliões que, vestidos de mulheres, chamam atenção por onde passam. “O bloco tem um segmento e não pode mudar. Claro que cresceu bastante de uns anos para cá, mas a essência é a mesma”, conta Altemar Botelho, organizador do evento. O bloco  nasceu em 1981, com foliões que percorriam as ruas do bairro Parque 10 de Novembro, na Zona Centro-Sul da cidade. Depois a festa foi transferida para o Centro Social Urbano (CSU) do bairro e, com o crescimento no número de brincantes, passou a ser realizada no Sambódromo de Manaus.  Em sua 36º edição, o evento resgata a tradição de entrada livre. Os organizadores pedem apenas que os foliões doem latas de leite e fraldas descartáveis para serem entregues a instituições sociais. A festa acontece no domingo de Carnaval.


Publicidade
Publicidade