Domingo, 17 de Novembro de 2019
Manaus

Boato: tentativa de assalto ganha versões e vira falso sequestro de crianças no Lírio do Vale

Por conta de boatos espalhados pelo WhatsApp, pais e mães estão aterrorizados e estão até deixando de sair com seus filhos paras as ruas da região



1.jpg Jovem de 16 anos atacada por Siena conta que jamais existiu outras crianças
13/06/2015 às 14:26

Uma onda de falsos sequestros contra crianças está aterrorizando moradores do Lírio do Vale, na Zona Oeste de Manaus. O boato se espalhou pelas ruas do bairro e em redes sociais.

Por conta disso, pais e mães estão deixando de sair com seus filhos paras as ruas da região. O caso ficou mais grave quando surgiu uma ocorrência, na última quarta-feira (10), de que um Siena, de cor branca e placa não identificada, raptou duas crianças das mãos da mãe.



Segundo os boatos, o homem saiu do carro, apontou a arma para a cabeça da mãe e arrastou as meninas a força para dentro do veículo. Porém, a reportagem do MANAUS HOJE foi até o local onde o ocorreu o fato, na rua Ipanema, bairro Lírio do Vale 2, e constatou que a história não é bem essa. No local, muitos moradores estão com medo de saírem com suas crianças.

O MANAUS HOJE conversou com uma estudante de 16 anos que foi a vítima do Siena Misterioso. A jovem relatou que saiu de casa para ir à escola, quando foi abordada por quatro homens dentro do veículo. De acordo com ela, um dos suspeitos pediu a sua bolsa, porém ela se negou a dar. Em seguida, após se negar a dar a mochila, o suspeito ficou furioso e tentou arrastá-la à força para dentro do carro.

Ainda segundo seu depoimento, um amigo, identificado apenas como William, passava no momento do fato e salvou a estudante. “O cara veio com um pano para colocar no meu rosto e o meu amigo que estava passando na hora gritou e os caras resolveram fugir”, disse a jovem, ao revelar que, antes de partir, um dos suspeitos disse “guarda esse dia”. Ela contou também que viu uma menina desacordada no banco de trás.

Delegada reforça que é só boato

A delegada Linda Glaucia, titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), afirmou por telefone, na tarde de ontem, que o boato não procede.

De acordo com ela, nenhuma queixa ou boletim de ocorrência foi registrado na unidade policial ou em qualquer outro Distrito Integrado de Polícia (DIP).

“Eu já procurei e não achei nenhum registro de sequestro tanto aqui na Depca quanto em outros DIP´s”, disse. Contou também que, pela história contada à ela pelo MANAUS HOJE, a princípio foi uma tentativa de roubo.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.