Publicidade
Manaus
EDUCAÇÃO

Bolsa Universidade 2019 abre inscrições na próxima segunda (12) ofertando 28 mil vagas

O programa vai oferecer bolsas integrais (100%) e parciais de 50% ou 75% em cursos de graduação para estudantes de baixa renda 09/11/2018 às 20:08 - Atualizado em 09/11/2018 às 20:14
Show show 1181710 40732511 b358 417c 8db5 8345b3c6c459
Inscrições começam na próxima segunda-feira (12) pelo site
acritica.com Manaus (AM)

O Programa Bolsa Universidade (PBU) 2019 lançou, nesta sexta-feira (9), o edital do processo seletivo para 28.329 novas vagas no próximo ano.  Ofertado pela Prefeitura Municipal de Manaus (PMM) e coordenado pela Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), vinculada à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), o programa vai oferecer bolsas integrais (100%) e parciais de 50% ou 75% em cursos de graduação para estudantes de baixa renda.

Via internet, as inscrições se iniciam às 8h da próxima segunda-feira (12), seguindo até as 9h do próximo dia 26. O edital completo estará disponível no Diário Oficial do Município (DOM), na noite desta sexta-feira, e no Portal da Espi (http://portalespi.manaus.am.gov.br/), assim como o link para as inscrições.

De acordo com a diretora da ESPI, Stella Cirino, para participar do processo seletivo, o candidato deve ser brasileiro, nato ou naturalizado, residente em Manaus, com renda familiar per capita (por pessoa da família) não excedente a um salário mínimo e meio, além de estar regularmente matriculado ou apto a se matricular em uma das Instituições de Ensino Superior (IES) parceiras do PBU.

“Quem quiser participar é muito fácil, pois nós estamos abrindo as inscrições somente pelo Portal Espi, não tem inscrição presencial. Se estiver dentro dos critérios, basta acessar e realizar a inscrição até dia 26”, disse a diretora.

O candidato também deve ter ensino médio completo ou equivalente (a ser concluído até o dia 31/12/2018) e não possuir diploma de curso superior ou estar matriculado em IES pública. Além disso, não podem participar beneficiários de programa de graduação mantido pelo poder público ou pela iniciativa privada.

O secretário da Semad, Lucas Bandieira, destacou o número de parceiros desta edição que representam o sucesso do projeto. “É muito importante o pensamento do prefeito Arthur, quando ele democratiza o acesso ao ensino superior. São 81 cursos com 14 instituições parceiras e que acreditam no programa”, disse.

Nesta edição, 14 instituições se credenciaram para a oferta de bolsas: Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas (Ciesa), Centro Universitário Fametro, Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), Faculdade Boas Novas (FBN), Faculdade Martha Falcão Wyden, Faculdade Salesiana Dom Bosco, Faculdade Santa Teresa, Fucapi, Instituto Amazônia de Ensino Superior (IAES), Materdei, Uninorte Laureate, Universidade Estácio de Sá e Universidade Nilton Lins.

Publicidade
Publicidade