Publicidade
Manaus
FIM DA PROCURA

Bombeiros encontram corpo do garoto Gustavo, que sumiu ao cair em bueiro

Corpo foi encontrado nos fundos do Condomínio Vila Suíça, no bairro Tarumã, a sete quilômetros do local onde havia caído, no Monte das Oliveiras 26/10/2016 às 14:56 - Atualizado em 26/10/2016 às 15:17
Show bueiroooo
Gustavo desapareceu no domingo, após cair em bueiro que estava sem grades de proteção (Foto: Clóvis Miranda)
acritica.com Manaus (AM)

O corpo do garoto Gustavo Silva Araújo, de 7 anos, foi encontrado na tarde desta quarta-feira,  no quarto dia de buscas pela criança, que caiu num bueiro na tarde de domingo, quando brincava na chuva. 

De acordo com informações repassadas pela assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, o garoto foi encontrado nos fundos do Condomínio Vila Suíça no bairro Tarumã.  O Instituto Médico Legal já foi acionado para remover o corpo da criança, que desapareceu na Rua Louro Chumbo, , no Monte das Oliveiras, após cair no bueiro. O  corpo foi encontrado a sete quilômetros do local onde ele caiu. 

Corpo do garoto percorreu mais de sete quilômetros até ser encontrado (Fonte: Google Maps)

Nesta quarta-feira,. no quarto dia de buscas, além da procura por terra e água,  os trabalhos receberam reforço de um helicóptero. Hoje, a  operação contou com 15 bombeiros militares, 29 civis e servidores da limpeza pública da prefeitura.

Problema rotineiro

Após o desaparecimento de Gustavo Silva Araújo, 7, a Secretária Municipal de Infraestrutura (Seminf) enviou equipe à rua Louro Chumbo, no Monte das Oliveiras, Zona Norte, para colocar o gradil no bueiro onde a criança caiu. Além do bueiro onde Gustavo caiu e desapareceu, a Seminf iniciou a implantação de gradis em outros bueiros de ruas vizinhas do bairro.

Além de Gustavo, outras duas crianças morreram este ano por conta de problemas semelhantes.  No final de abril, André Pereira Crescenço, 6, morreu ao cair em um bueiro no bairro Novo Aleixo, Zona Leste. Situação semelhante tirou a vida, em maio, de Guilherme Guerreiro, 7 anos, no Alvorada 2.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) informou na segunda-feira (24), que desde abril, vedou aproximadamente 1 mil bueiros de um total de 2 mil que encontravam-se sem proteção.

 

Publicidade
Publicidade