Publicidade
Manaus
Manaus

Bombeiros registram incêndio em quarto de casa na Zona Sul

Antes da chegada do Corpo de Bombeiros, vizinhos conseguiram conter as chamas 21/10/2013 às 12:12
Show 1
Moradores conseguem apagar incêndio
Natan Gaia e Bruna Souza ---

Um incêndio de pequenas proporções atingiu um cômodo de uma residência localizada no bairro Japiim II, Zona Sul de Manaus, na manhã desta quarta-feira (28). Antes da chegada do Corpo de Bombeiros, vizinhos conseguiram conter as chamas. Ninguém ficou ferido no incêndio.

De acordo com a aposentada e dona da residência situada na rua C9, Nº1782, Conjunto 31 de Março, Nadyr Meireles, 64, no momento do ocorrido só havia duas pessoas na casa. Ela estava saindo de casa para pegar a neta de sete anos na escola, quando foi avisada sobre o fogo por uma moradora que estava no banho e sentiu o cheiro de fumaça.

“Estava saindo de casa quando ouvi os gritos. Na hora saímos gritando na rua, chamando ajuda dos vizinhos e graças a Deus eles conseguiram conter as chamas”, contou.


Os bombeiros foram acionados por volta de 11h, quando houve o princípio de incêndio. Dois carros da corporação chegaram em menos de 15 minutos e deram apoio à ação de rescaldo no local.

A estudante Helem Caroline Fernandes, 18, relatou à equipe de reportagem do acrítica.com que estava tomando banho quando sentiu o cheiro de fumaça e correu para o quarto. “Quando vi estava pegando fogo no colchão. Felizmente foi só no quarto, mas perdemos vários objetos, inclusive o meu celular ficou todo queimado”, relatou.

Dona Nadyr não soube dizer como iniciou o incêndio, mas acredita que possa ter começado por um curto-circuito no ventilador ou no ar condicionado. “Ficamos preocupadas em perder tudo e assim que cheguei ao quarto vi o ventilador em cima colchão pegando fogo. Não sei se as chamas começaram no aparelho ou de outra forma”, contou.

Ainda segundo ela, um televisor, duas camas com colchões, um celular, um ar condicionado, e um ventilador foram perdidos no incêndio. Um laudo técnico realizado pelo Corpo de Bombeiros deve apontar possíveis causas do ocorrido.

Publicidade
Publicidade