Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
protesto

Após PMs anunciarem greve, associação dos bombeiros promete suspender atividades

Em nota, associação afirma que ato começaria às 19h de hoje. Corpo de Bombeiros nega suspensão dos trabalhos e afirma que associação "não representa a totalidade"



associa__o.jpg Foto: Divulgação
14/03/2018 às 19:14

Além dos policiais militares e dos rodoviários, os a associação do Corpo de Bombeiros informou que vai paralisar as atividades nesta quarta-feira (14). A nota foi emitida pela Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Amazonas (ACS). A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) informou que os bombeiros militares seguem atuando na cidade. 

Na nota, a entidade recomenda para que as pessoas redobrem a atenção, visando “a sua segurança nos próximos dias”. A associação também pede ajuda da população para “evitar que o caos se instale no estado do Amazonas”.

“Foram esgotadas todas as formas de diálogo dos representantes da Categoria com o Governo do estado,  que se mostrou indiferente as reivindicações Justas da Categoria. Lamentamos que o Governador do Estado do Amazonas,  tenha deixado a situação chegar a esse ponto,  ignorando todas as tentativas de diálogo com os representantes da Categoria”, diz trecho do comunicado.

“À população Amazonense, informamos que nunca desejamos essa paralisação, sempre buscamos o diálogo junto ao Governo sobre nossas reivindicações, entretanto restou-se frustrada pela prepotência e soberba do governo”, continua.

A associação afirma ainda que os serviços administrativos básicos serão mantidos por cerca de 20% do efetivo do Corpo de Bombeiros.

Corpo de Bombeiros nega paralisação

Após o anúncio da nota, o Corpo de Bombeiros informou que não vai paralisar as atividades, apesar da nota emitida pela ACS. A assessoria de imprensa da corporação disse que a associação "representa um grupo, e não a corporação ou a totalidade". 

A SSP informou que 59 bombeiros militares seguem trabalhando normalmente nesta quarta-feira.

Paralisação da PM e rodoviários

Mais cedo, os policiais militares do Amazonas, por meio da Associação dos Praças do Estado do Amazonas (Apeam), confirmaram uma paralisação a partir das 19h de hoje (14) até sexta-feira (16). Devido à parada deles, os rodoviários de Manaus também prometeram recolher os ônibus e não circular pelas ruas da cidade por medo da falta de segurança.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.