Publicidade
Manaus
Manaus

Bosco Saraiva justifica valor pago a empresa para fornecimento de água mineral à CMM

A empresa Leoni Oliveira Silva ME recebeu o valor total de R$ 79,3 mil para fornecer água à CMM por seis meses. O preço foi apontado com aumento de 89,70% se comparado aos mesmos valores cobrados por outras empresas do ramo 02/09/2013 às 19:16
Show 1
Bosco Saraiva enviou cópias do contrato à Prefeitura, MPC, TCE, MP-AM e TJ-AM
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Bosco Saraiva, enviou aos órgãos competentes do Amazonas, na manhã desta segunda-feira (2), cópias do contrato firmado pela CMM com a empresa Leoni Oliveira Silva ME, vencedora de licitação para fornecer água mineral à casa legislativa nos próximos seis meses pelo valor total de R$ 79,3 mil.

O preço foi cobrado pela Leoni Oliveira para fornecer à CMM 7,2 mil garrafões de 20 litros de água, 1.350 mil pacotes de 12 unidades de 350 ml de água com gás e 1.350 mil dos mesmos pacotes sem gás. O valor foi apontado com aumento de 89,70% ao ser comparado a preços totais cobrados por outras empresas do ramo, na mesma quantidade e pelo mesmo período de tempo.

Bosco Saraiva contesta essa informação e justifica o valor pago. “Queremos reafirmar que o compromisso dessa gestão é a transparência total” afirmou. Segundo o presidente da CMM, as empresas se recusam a concorrer em licitação para fornecer serviços quando o modo de pagamento é por empenho, que segundo a norma legal é mais demorado.

As cópias do contrato com a Leoni foram entregues à Prefeitura de Manaus, ao Ministério Público de Contas (MPC), ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM) e ao Tribunal de Justiça (TJ-AM), para que esses órgãos investiguem o processo licitatório e a contratação.

Licitação

A Leoni Oliveira, vencedora do contrato nº 11/2013, fornecerá os 7,2 mil garrafões de água de 20 litros ao preço unitário de R$ 6; mais 1.350 mil pacotes de água com gás no valor unitário de R$ 13,20; e outros 1.350 mil pacotes de água sem gás por R$ 13,60 a unidade. Todos da marca Yara.

A contratação da Leoni se deu após Bosco Saraiva (PSDB) cancelar a carta convite nº 3/2013, que havia classificado no mês de abril a empresa R.C. Pesqueira da Silva para o mesmo serviço pelo valor de R$ 78,1 mil. A R.C. Pesqueira foi a mesma empresa que vendeu gelo para a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) com sobrepreço de R$ 698 mil.

Confira entrevista com Bosco Saraiva aqui.

Publicidade
Publicidade