Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
Manaus

Brigadistas evacuam prédio após princípio de incêndio na Companhia de Navegação da Amazônia

Duas viaturas do Corpo de Bombeiros foram encaminhadas até o local e fizeram uma análise sobre o risco de intoxicação proveniente da fumaça. Após a inspeção, o prédio foi liberado



1.jpg O fogo foi contigo por funcionários com conhecimento da brigada de incêndio
07/10/2013 às 13:27

Funcionários e visitantes do prédio comercial Vieiralves Business Center, localizado na rua Salvador, bairro Adrianópolis  na Zona Centro-Sul de Manaus, tiveram que sair as pressas do local após um principio de incêndio no ar-condicionado da sala administrativa da Companhia de Navegação da Amazônia (CNA) na manhã desta segunda-feira (7). Brigadistas da empresa conseguiram evacuar o prédio e conter o fogo. Uma pessoa foi levada ao hospital depois de inalar a fumaça tóxica do condensador, mas passa bem.

De acordo com a assessoria de imprensa da CNA, funcionários perceberam a fumaça vinda dos condensadores entre o 11º e 12º andar. O alarme de incêndio foi acionado pelos empregados que possuem o curso da brigada de incêndio, porém o equipamento não funcionou. A equipe avisou as pessoas dos demais andares pessoalmente e conseguiu apagar o foco do incêndio antes da chegada dos bombeiros.



Duas viaturas do Corpo de Bombeiros foram encaminhadas até o local e fizeram uma análise sobre o risco de intoxicação proveniente da fumaça. Após a inspeção, o prédio foi liberado. Cerca de vinte e cinco pessoas trabalhavam na companhia na hora do princípio de incêndio.

O subsíndico do prédio comercial, identificado como ‘Gilmar’, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital e Pronto-Socorro 28 de agosto depois de ter inalado a fumaça. De acordo com a equipe médica, a vítima passa bem.

*Com informações da jornalista Carolina Silva


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.