Publicidade
Manaus
Manaus

Buscas para localizar corpo de bebê jogado no Rio Negro pelo pai encerram hoje (17)

Polícia ainda procura pelo pai, Josias da Silva Alves, que ainda tentou matar enforcada a ex-esposa 16/08/2015 às 18:39
Show 1
Para localizar o corpo da criança, a corporação conta com o apoio de quatro mergulhadores.
Kamyla Gomes Manaus (AM)

O Corpo de Bombeiros informou que hoje (17) será o último dia de buscas pelo corpo do bebê de quatro meses que foi arremessado de um barco pelo próprio pai, na noite da última sexta-feira (14), no Rio Negro.

Conforme a corporação, a equipe conta com o apoio de quatro mergulhadores. As buscas foram iniciadas pela manhã de ontem (16), por volta de 7h, e encerraram no início da noite, por volta de 18h30. Hoje (17), as buscas será realizadas da mesma maneira, porém se nada for encontrado, elas serão encerradas.

“Com o apoio da equipe, as buscas são superficiais em uma área de aproximadamente 10 metros de quilômetros, onde estão indo da área do porto do São Raimundo até o encontro das águas”, informou o tenente Janderson Lopes.

Entenda o caso

O bebê foi jogado pelo próprio pai, osias da Silva Alves, que está sendo procurado pela polícia. O suspeito pilotava o barco e, ao lado, estava a mãe carregando a criança. Em certo momento, pai e mãe brigaram e o homem teria jogado o bebê nas águas do rio Negro. Segundo a mãe, Cleudes Maria Batista de Moraes, o pai também teria tentado enforcá-la, mas ela conseguiu fugir.

Pai está sendo procurado pela polícia (Divulgação)

De acordo com o delegado plantonista do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Carlos César Rufino, a mãe, Cleudes, contou em depoimento que saiu do porto com o filho e o pai da criança, que é seu ex-marido, em uma embarcação.

Na versão dela, Josias a convenceu de pegar um dinheiro para ajudar nas despesas da criança no flutuante do patrão, entretanto, ele teria enganado a jovem.

“Ele levou a mãe e a criança pro meio do rio. Quando chegaram lá, ele tentou matar a mãe enforcada, só que ela se defendeu e tentou escapar. Nessa confusão o bebê acordou e começou a chorar. Foi quando ele pegou a criança pelo braço e jogou o menino no rio. A Cleudes conseguiu pular do barco e fugir”, relatou.

Publicidade
Publicidade