Sábado, 25 de Maio de 2019
Manaus

Cabo da PM é presa ao tentar subornar polícia após maconha ser encontrada no carro dela

A policial militar estava com o namorado, que assumiu ser dono da droga. No caminho para delegacia, a cabo teria oferecido R$ 1.150 mil para ser liberada



1.jpg
O caso foi registrado no 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP)
13/01/2016 às 10:09

A cabo da Polícia Militar Celeste Magalhães Brasil, 47, foi presa em flagrante após tentar subornar, nesta madrugada (13), uma soldado da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) durante uma abordagem rotineira.

As informações são do delegado Juan Valério, plantonista do 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o caso foi registrado. Segundo Valério, durante abordagem no carro de Celeste, um veículo modelo Corola, de placas OAF 2653, na rua Brasília, Coroado, Zona Leste, uma porção de maconha foi encontrada dentro de uma pochete.

A mesma estava acompanhada do namorado, que assumiu ser o dono da porção. Os dois foram encaminhados para o 9º DIP, na Zona Leste, e no caminho para a delegacia a cabo da PM teria oferecido R$ 1.150 mil em espécie para que a soldado Menezes a liberasse.

De acordo com o delegado, o aspirante Anderson Molaz, supervisor de área da 11ª Cicom e responsável pela abordagem, após saber do suborno feito a soldado Menezes logo deu voz de prisão para a cabo Celeste e a conduziu para o Batalhão de Guardas da Polícia Militar, no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte.

Conforme o delegado, a mesma irá para audiência de custódia às 14h dessa quarta-feira para saber se irá responder pelo crime em liberdade ou não. A pena para o crime de corrupção ativa é de dois a 12 anos de reclusão.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.