Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
AEROPORTO033.jpg
publicidade
publicidade

DE COBRE

Cabos do Farol do aeroporto Eduardo Gomes são roubados, em Manaus

A informação foi confirmada pela Empresa Brasileira de Instraestrutura Aeroportuária (Infraero), que está trabalhando para restabelecer o sistema


02/04/2017 às 20:29

Cabos de cobre que alimentam  o farol de aeródromo do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, localizado no bairro Tarumã, na Zona Oeste, foram furtados na última sexta-feira (31). A informação foi confirmada pela Empresa Brasileira de Instraestrutura Aeroportuária (Infraero), que está trabalhando para restabelecer o sistema.

O equipamento  é  uma luz intermitente que auxilia na localização do aeródromo quando o piloto vem para pouso e é  obrigatório em aeródromos que operam  a noite com voos visuais.

A CRÍTICA apurou que o furto foi percebido por volta das 19h30 da última sexta-feira, mas não chegou a interromper  as operações do aeroporto.

Segundo a Infraero, outros equipamentos que funcionam com a  mesma finalidade estão sendo utilizados no momento e a operação do farol ainda está sendo normalizada.

Ainda não há informações precisas de quando o material foi furtado e nem quem teria cometido o crime.  Mas como o farol está localizado na área externa ao aeroporto, de acordo com a Infraero, o caso será investigado pela Polícia Civil.

A Infraero ressaltou também  que não houve nenhum registro de atraso ou cancelamento de  pousos e decolagens.

Área restrita
Em fevereiro, um incidente expôs uma falha de segurança no Aeroporto Internacional de Manaus Eduardo Gomes. Um homem, de calça marrom e blusa quadriculada, invadiu a área de desembarque remota 2, roubou um carro da Receita Federal e entrou pela pista de taxiamento de aeronaves. Ele entrou com o carro pelo gramado e seguiu até a cabeceira de decolagem (A11). Só abandonou o veículo na guarita e fugiu a pé pela rodovia AM-450 (estrada do Turismo).

O roubo do carro foi registrado às 3h10 pelas câmeras de vigilância, exatamente dois minutos antes de um voo da Copa Airlines iniciar os procedimentos de partida na pista de taxiamento.  Na época, os órgãos envolvidos, Infraero, Polícias Federal e Civil e Receita Federal, trataram o assunto com o máximo de sigilo, principalmente porque as investigações revelaram que essa foi a segunda vez que o homem invadiu áreas restritas do aeroporto. Até hoje ele não foi identificado.

publicidade
publicidade
Mulher que participou de latrocínio no São José estava em liberdade condicional
Quinteto é preso suspeito de integrar quadrilha de roubo a veículos em Manaus
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.