Publicidade
Manaus
TRÂNSITO

Número de embriagados autuados pelo Detran na Semana Santa cai em 50%

Enquanto, no feriado de Páscoa do ano passado, 213 condutores foram autuados nas fiscalizações da Lei Seca, este ano o número de multas caiu pela metade e os casos de embriaguez ao volante reduziram em 75% 29/03/2016 às 09:39 - Atualizado em 29/03/2016 às 11:07
Show 1063685
Apesar do fluxo intenso de veículos voltando a Manaus após o feriadão, não houve acidentes graves nas estradas ou na capital
Hellen Miranda Manaus (AM)

Este foi um dos feriados de Páscoa mais tranquilos no trânsito da capital, segundo o balanço do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), que  apontou uma redução nas infrações de trânsito entre a Sexta-feira Santa e o Domingo de Ramos.

Entre a meia noite da última quinta-feira e a madrugada de ontem, 106 motoristas foram autuados nas fiscalizações da Lei Seca, sendo 12 deles por embriaguez ao volante.

De acordo com o diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, no mesmo período do ano passado, o órgão autuou 213 motoristas, sendo 78 deles por embriaguez ao volante. “Foi o dobro de condutores, diferente deste ano, que foi mais tranquilo, com apenas acidentes com danos materias”, disse o dirigente do órgão.

Conforme Leonel Feitoza, a redução quase 50% no número de infrações e de 75% dos casos de embriaguez ao volante no feriado deveria ser uma constante no trânsito de Manaus.

“Na Semana Santa as pessoas ficam mais contidas por ser um feriado religioso. Se os condutores tivessem a consciência de dirigir com prudência sempre, teríamos mais finais de semana tranquilos como esse”, destaca.

Os órgãos de trânsito realizaram ações nas rodovias estaduais, AM-010 e AM-070. Outros pontos, como as avenidas Torquato Tapajós, do Turismo, Grande Circular, Autaz Mirim, Efigênio Salles e as ruas centrais dos bairros de Petrópolis, Compensa e Vieiralves também foram fiscalizadas.

Imprudência

No entanto, se os números são positivos para o Detran-AM, a imprudência ainda preocupa os órgãos de trânsito, lembrou Leonel Feitoza. Para ele, casos flagrados durante as fiscalizações no feriado de Páscoa mostraram que a situação ainda é preocupante e requer que os órgãos de trânsito intensifiquem as ações de fiscalização, educação e conscientização de condutores e pedestres.

“Os casos flagrados pelos agentes destacaram-se  pelo grau de imprudência dos condutores, que além de colocarem em risco a própria vida, ameaçam a vida de outras pessoas”, revela Feitoza.

Publicidade
Publicidade