Publicidade
Manaus
SAÚDE

CAICs na capital vão ampliar faixa etária de atendimento para 18 anos em 2019

A partir de hoje (16), unidade da Zona Leste começa a atender adolescentes até 18 anos. Segundo a Susam, outros 10 centros iniciam projeto no próximo ano 16/10/2018 às 17:34 - Atualizado em 16/10/2018 às 17:36
Show caic 946eaceb a622 42cc 88d9 dcf381bc5895
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Os Centros de Atenção Integral à Criança (Caic) vão ampliar a faixa etária para atendimento de 14 para 18 anos. A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) anunciou que o Caic Ana Braga, na Zona Leste de Manaus, será o segundo a realizar tal serviço. Outras 10 unidades do tipo passarão a atender da mesma forma em 2019.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Orestes Guimarães, o CAIC Ana Braga é o segundo a iniciar os procedimentos para adotar o novo modelo de acompanhamento pediátrico, com faixa etária estendida e a inclusão de novas especialidades médicas, como endocrinologia e neurologia.

Ele destacou revitalizações e obras físicas nas unidades e manutenção de equipamentos, bem como enfatizou a importância de um acompanhamento médico de qualidade na infância e adolescência, para possibilitar a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças na fase adulta.

“O conceito é esse. Se você investe na prevenção, você gasta muito menos na recuperação e no tratamento. Vai ser um atendimento integral, que começa na primeira infância, com todo o processo de imunização, vacinas, consultas com pediatra e todos os exames rotineiros, seguindo até a entrada na vida adulta”, pontuou.

Para a diretora do CAIC Ana Braga, tanto a população quanto o corpo de profissionais da saúde envolvidos no processo ganham com a abrangência de pacientes. “Esse projeto visa justamente pegar aquela parcela da população que estava dispersa no sistema de saúde e que agora vai saber por onde se referenciar, para receber atendimento em diversas especialidades. É com muita alegria que receberemos os novos pacientes”, disse Suely Albuquerque.

Segundo a Susam, as melhorias implementadas incluem a ampliação da oferta de leitos comuns, obstétricos e UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), obras de adequação, pintura, recuperação de rede elétrica e sanitária, além da retomada de serviços que estavam parados, como a tomografia nos hospitais Platão Araújo e João Lúcio.

Publicidade
Publicidade