Terça-feira, 18 de Junho de 2019
TRANSPORTE

Vereadores viajam a Belém e Câmara volta a discutir implantação do BRT em Manaus

Rosivaldo Cordovil (PODEMOS) e Chico Preto (PMN) foram à capital paraense para identificar erros na implantação do modelo de transporte coletivo em corredores exclusivos



brt_35381CFF-A2E6-4E85-9E30-D1CEC247B963.JPG Foto: Evandro Seixas/Arquivo AC
30/01/2019 às 03:59

Em uma das primeiras ações da discussão sobre a retomada do projeto Bus Rapid Transit (BRT) para este ano, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) bancou mais uma viagem a Belém para dois parlamentares verificarem erros e acertos na implantação do projeto na capital paraense.

Os vereadores Rosivaldo Cordovil (PODEMOS) e Chico Preto (PNM) voltaram a Manaus na semana passada com ao menos três lições que, sem o devido planejamento, podem ser os gargalos na versão manauense do modal. 

“Adequação estratégica dos terminais e estações, termo de cooperação para garantir a alimentação do sistema e o detalhamento infraestrutural às vias arteriais da cidade foram os pontos principais que não foram bem inclusos no escopo deles”, declarou Rosilvado Cordovil.

O projeto em Belém foi lançado em 2011, quase a mesma época do lançamento do BRT em Manaus, e já se arrasta há sete anos com a implantação incompleta. Erros técnicos no projeto paralisaram a obra em alguns momentos, além de insuficiência administrativa para a substituição do modelo tradicional de transporte público.

Cordovil, que também é presidente da Comissão de Transporte, Mobilidade Urbana e Acessibilidade da CMM, afirmou que a prefeitura não tem condições de inaugurar o projeto sozinha. “Falta investimento na etapa de implantação de projetos, em que os cofres municipais não podem arcar com as despesas. É preciso de uma rede conjunta de parcerias para adequar os anéis, viadutos e outras peças ao sistema BRT”, acrescentou o parlamentar.

Chico Preto criticou o Poder Executivo por, nos últimos seis anos, não ter dado a prioridade merecida do projeto. “É perceptível que a prefeitura gasta mais com publicidade que com o BRT. Com quase R$ 5 bilhões de orçamento anual, já era para termos avançado da etapa inicial do modelo”, declarou. Em Belém, dos 47 km projetados na capital do Pará, pouco mais de 14 km foram implantados, conforme a comitiva de vereadores. Em Manaus, o projeto ainda está no papel.

Em nota, a prefeitura defendeu que o caminho mais rápido para a concretização do projeto seria o repasse de verbas federais ou o auxílio de iniciativas privadas. “Houve um compromisso do Ministério das Cidades para o suporte financeiro do projeto, mas as tratativas não foram para a frente. Atualmente, o poder público está fazendo constantes discussões com o corpo técnico para definir uma solução adequada ao modelo, considerando a geografia da região”, diz trecho da nota.

Projeto foi prometido para a Copa

Em fevereiro do ano passado, um projeto conceitual de seis empresas - dentre elas a multinacional Volvo - foi apresentado à Prefeitura de Manaus como uma parceria público-privada para o BRT, contudo, o projeto não teve andamento em 2018.

Na promessa de fazer um chamamento público a nível nacional para concessionárias serem licitadas na prestação de serviços do modal, a atual prefeitura ainda não se manifestou em que fase está o processo. 

Uma alternativa temporária nesse meio tempo foi a implantação do Bus Rapid System (BRS) em que já trafega pela Zona Azul em alguns corredores da cidade.

Prometido para ser entregue na Copa de 2014, o projeto em Manaus foi alvo de recentes investigações do Ministério Público Estadual (MPE–AM) em que o montande de R$ 11,9 milhões foi gasto na elaboração inicial do projeto. Por falta de perícia técnica para a averiguãção do dispêndio, o caso foi arquivado.

Orçamento

Previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) para este ano, a despesa calculada para a reestruturação da rede de transportes e a implantação do BRT na cidade é de R$ 82 mil. O primeiro passo será a construção dos corredores fechados para os veículos do BRT, conforme a LOA.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.