Publicidade
Manaus
DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Campanha contra a exploração sexual é lançada em quadra de escola de samba

Encabeçada pela Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), a campanha será levada para todos os 62 municípios do Estado durante o período de Carnaval. 16/02/2017 às 19:00 - Atualizado em 16/02/2017 às 19:01
Show campanha crian as 033
Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada  em Proteção a Criança  e ao Adolescente (Depca) participou do evento. Foto: Evandro Seixas
Kelly Melo Manaus

A campanha "Brinque o Carnaval sem brincar com os direitos da criança e do adolescente" foi lançada  na tarde desta quinta-feira (16), na quadra da escola de samba Unidos da Alvorada, na Zona Centro-Oeste. A proposta é  conscientizar crianças  e adolescentes a denunciar e combater os crimes de exploração sexual e exploração do trabalho infantil.

Encabeçada  pela Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), a campanha será  levada para todos os 62 municípios  do Estado durante o período de Carnaval.

O secretário em exercício  da Sejusc, Nildo Melo, explicou que folhetos informativos serão distribuídos  durante as bandas e desfiles  das escolas de samba para informar a população sobre como e onde denunciar.

Melo também destacou que em 2016 houve um aumento de 10% nas denúncias  de caso de exploração  e abuso sexual de crianças e adolescentes. O secretário  atribuiu o aumento a facilidade de denunciar, já que a rede de proteção está cada vez mais organizada.

"Nós  temos vários canais como o disque 100, o disque 180 e o disque 190. Além disso, os conselhos tutelares são muito importantes nesse trabalho de conscientização", afirmou o secretário.

No evento, participaram representantes da Secretaria de Segurança  Pública  (SSP), Educação (Seduc) e Polícia  Civil. Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada  em Proteção  a Criança  e ao Adolescente  (Depca) , esteve no evento e ressaltou a importância dos pais estarem sempre atentos. "Nesse período nossas crianças  ficam mais expostas e por isso, temos que ficar com os olhos de águia para proteger nossos pequenos", afirmou.

Publicidade
Publicidade