Terça-feira, 30 de Novembro de 2021
SAÚDE

Campanha de vacinação contra influenza é reforçada com novos postos em Manaus

Além disso, duas unidades móveis de saúde serão usadas para intensificar a imunização em áreas estratégicas, levando ainda consultas médicas, de enfermagem, odontológica e dispensação de medicamentos



Vacina__o-crian_a-720x407_A9C36D08-5597-43E2-A1D3-14638F27EC48.jpg Foto: Divulgação/Prefeitura de Manaus
08/06/2020 às 20:31

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ampliou nesta segunda-feira (8), de 112 para 140, o número de postos para a imunização de rotina (adultos e crianças) e para as ações da campanha nacional de vacinação contra a influenza. Além disso, duas unidades móveis de saúde serão usadas para intensificar a imunização em áreas estratégicas, levando ainda consultas médicas, de enfermagem, odontológica e dispensação de medicamentos.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, lembrou que a pasta precisou reorganizar ainda no mês de março a oferta dos serviços de vacinação na rede municipal de saúde, garantindo agilidade no atendimento de casos suspeitos da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, inclusive com a suspensão temporária, orientada pelo Ministério da Saúde, de serviços de vacina de rotina, mantendo as ações da campanha contra a Influenza.



“A intenção do Ministério da Saúde foi evitar aglomeração nas unidades de saúde, prevenindo a disseminação da Covid-19, mas desde maio, a Semsa tem retomado, de forma gradual e segura, a oferta de imunização de rotina nas salas de vacina das unidades de saúde. Até sexta-feira (5), o número de postos chegava a 112, mas agora ampliamos para 140 locais, sempre observando as regras de distanciamento necessárias durante a pandemia”, explicou Magaldi.

A lista com o endereço dos 140 postos de vacinação pode ser acessada no site da Semsa. Além de unidades de saúde, alguns postos estão instalados em locais estratégicos, como escolas, associações de moradores e o Parque Municipal do Idoso.

“Algumas unidades de saúde, que estão atendendo prioritariamente os casos de síndromes gripais e suspeitos de Covid-19, ainda não irão abrir a sala de vacina, para evitar risco de disseminação da doença entre quem procura a imunização. Mas, para atender a população da área de abrangência dessas unidades de saúde, a sala de vacina foi instalada em locais estratégicos, como as escolas”, informa a chefe de Divisão de Imunização da Semsa, enfermeira Isabel Hernandes.

Influenza

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, iniciada no dia 23 de março em Manaus, segue até o dia 30 de junho com o objetivo de atender grupos considerados prioritários, o que envolve pessoas com maior risco para desenvolver complicações graves pelo vírus da influenza.

Fazem parte do público-alvo da campanha contra a influenza: crianças com idade de seis meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias; idosos a partir de 60 anos, que foram imunizados nas residências e por meio da estratégia de drive-thru; pessoas com deficiência; gestantes; mães no pós-parto até 45 dias (puérperas); trabalhadores da saúde; professores; pessoas de 55 a 59 anos de idade; trabalhadores de transporte coletivo; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; profissionais das forças de segurança e salvamento na ativa; e caminhoneiros.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.