Publicidade
Manaus
Manaus

Carreta perde a direção e atinge poste na Avenida Santos Dumont

De acordo com o motorista de uma carreta da empresa Sulrep, Joel Lyra dos Santos, 37, um dos parafusos que prende o cavalo mecânico à carreta que levava o contêiner se soltou e ocasionou o acidente  16/09/2015 às 13:23
Show 1
Apenas o contêiner se chocou um poste de energia, que horas depois foi substituído pela Eletrobrás
nelson brilhante ---

 Uma carreta da empresa Sulrep, por pouco não causa um acidente grave na avenida Santos Dumont, que liga a avenida Torquato Tapajós e a avenida do Turismo, chamada de Estrada do Aeroporto. De acordo com o motorista de uma carreta da empresa Sulrep, Joel Lyra dos Santos, 37, um dos parafusos que prende o cavalo mecânico à carreta que levava o contêiner se soltou, ele perdeu a direção e o carro atingiu um poste. “Um dos parafusos da quinta roda perdeu a polca e a carreta ficou descontrolada. A sorte é que o contêiner estava vazio. Eu tinha ido buscar, depois do aeroporto. Eu senti um choque estranho no carro e aliviei o pé pra não complicar”, revelou o motorista.

A ação do Joel evitou consequências graves, principalmente para ele, que não sofreu nenhum ferimento. Apenas o contêiner se chocou um poste de energia, que horas depois foi substituído pela Eletrobrás. Curioso é que, como o choque não foi tão forte, o contêiner acabou apoiando o poste de concreto, sem provocar danos maiores. E por sorte nenhum carro passava pelo local.

O acidente não causou queda de energia na área por tanto tempo na área, embora seja a principal ligação elétrica com o Aeroporto Eduardo Gomes, segundo o técnico da Eletrobrás, Joaquim Corrêa, que estava no local, administrando os trabalhos. “Tem um setor que cuida da parte jurídica, em relação ao prejuízo, mas não é comigo”, desconversou o técnico.

O agente de trânsito José Almeida, do Manaustrans, que coordenava a operação, disse que o acidente ocorreu às 9h20 de ontem e que não houve irresponsabilidade do motorista. A questão teria sido técnica. “O condutor teve muita habilidade ao segurar a direção e evitar qualquer consequência pior. O acidente ocorreu numa área de pouco movimento de carro. Se tivesse ocorrido numa avenida de movimento da cidade, teria causado até tragédia”, informou o agente.

De acordo com o agente José Almeida, a documentação do condutor e a do veículo estão devidamente regularizadas.

“Não há nenhum documento vencido. Foi um acidente, mas por causa de falha na ‘amarração’ do cavalo mecânico à carreta”, conclui o agente.

Publicidade
Publicidade