Publicidade
Manaus
Acidente

Carro capota em obra sem sinalização no conjunto Vieiralves, na Zona Centro-Sul

Veículo conduzido pela fonoaudióloga Elcy de Souza Machado, 65, capotou em entulhos que estavam pela avenida Rio Mar. Segundo populares, obra seria de responsabilidade da Manaus Ambiental 13/10/2016 às 22:44 - Atualizado em 14/10/2016 às 08:15
Show capota
A avenida Rio Mar, no conjunto Vieiralves, tem pouca iluminação e a obra não contava com avisos e sinalizações. Foto: Evandro Seixas
Rafael Seixas Manaus (AM)

Uma obra sem qualquer tipo de sinalização e em uma avenida com iluminação pública deficitária contribuiu para que o carro conduzido pela fonoaudióloga Elcy de Souza Machado, 65, capotasse na noite desta quinta-feira (13), por volta das 19h, na Av. Rio Mar, no conjunto Vieiralves, no bairro Nossa Senhora das Graças, nas proximidades do Parque Municipal do Idoso, na Zona Centro-Sul de Manaus.

De acordo com a vítima, ela não conseguiu enxergar o grande buraco e a quantidade de barro amontoado na rua. “Eu só vi escurecer na minha frente e o carro virando. Quando dei por mim, as pessoas estavam falando comigo e perguntando se eu estava bem. Respondi que estava. Não queriam que eu me mexesse até chegar o socorro”, relatou, ainda muito assustada.

“Aqui é tudo escuro e não tem nenhum tipo de sinalização nessa obra. Graças a Deus não aconteceu nada. Como deixam isso no meio da rua? Olha o meu prejuízo! Estou toda batida e com tontura na cabeça. Para me puxar e me colocar nessa cadeira foi uma dificuldade tremenda. O barulho do baque ainda está na minha cabeça”, acrescentou, complementando que estava indo para casa no momento que ocorreu o acidente.

“Queremos responsabilizar quem deixou isso assim, sem colocar nenhum tipo sinalização. É um absurdo”, finalizou a idosa, que estava dirigindo um Hyundai HB20, de placas PHC-3951 e cor branca.

Segundo a empresária Marcela Catunda, 42, a idosa estava em baixa velocidade. “Escutei o barulho e sai correndo. Quando cheguei o carro já estava virado, mas foi somente um barulho, ou seja, ela estava devagar. Todos estavam correndo para ajudá-la. A iluminação aqui é precária. Você pode ver que não tem nenhuma iluminação, aviso ou placa nessa obra. Só colocaram uma faixa pequena de plástico. Isso é o cúmulo do absurdo. Todo esse barro está invadindo as duas pistas”, disse.

Conforme relatado por populares, a obra é de responsabilidade da Manaus Ambiental e teria iniciado na manhã desta quinta. A reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa da concessionária, por meio do número (92) 9 99177-93**, mas não obteve sucesso até o fechamento desta edição.

Publicidade
Publicidade