Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Manaus

Casal acusado de suborno e tráfico de drogas é preso na Zona Oeste de Manaus

Mayara Nazaré da Silva Rodrigues, 22, tentou pagar quantia de R$ 2 mil para polícia  soltar o namorado,  Rubem Paulo Farias de Sousa, 33



1.gif Mayara Nazaré da Silva Rodrigues, 22, e Rubem Paulo Farias de Sousa, 33, presos
08/06/2013 às 12:19

Investigadores da Polícia Civil prenderam, na manhã desta sexta-feira (07), Mayara Nazaré da Silva Rodrigues, 22, por corrupção ativa, após tentar subornar os policiais que detiveram o namorado dela, Rubem Paulo Farias de Sousa, 33, conhecido como “Rubinho” ou “Gordo”, suspeito de tráfico de drogas e furto.

Segundo o delegado titular do 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Rodrigo de Sá Barbosa, Rubinho foi preso no final da tarde de quinta-feira em uma embarcação que estava na orla do Porto do São Raimundo, na Zona Oeste. “A ação da polícia foi feita com o intuito de encontrar grande quantidade de droga no barco, mas até agora não houve êxito. No entanto, a revista no barco continuará com o apoio de cães farejadores”, informou.



Ao ficar sabendo que Rubinho tinha sido preso, a namorada, Mayara Rodrigue,s passou a fazer ligações para o celular que estava apreendido em posse dos investigadores. De acordo com o delegado, nas ligações, Mayara oferecia a quantia de R$ 5 mil para que seu namorado fosse solto. “Isso foi caracterizado como crime de corrupção ativa consumado, então, insinuamos uma situação e combinamos um encontro com ela, na Feira do Santo Antônio, onde ela novamente tentou subornar os policias com a quantia de R$ 2 mil”, contou o delegado.

O casal permanece preso no 5º DIP, no bairro Santo Antônio, na Zona  Oeste, de onde serão levados para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.

A polícia investiga se Rubinho atua no abastecimento de drogas na capital, utilizando pequenas embarcações. “Estamos investigando essa informação, entretanto, ainda não tem nada comprovado, mas sabemos que ele exercia a profissão de pescador, o que pode facilitar a atuação dele no transporte de drogas”, comentou Rodrigo Sá.

O delegado disse que há três anos a polícia vem investigando as ações de Rubinho e fazendo ações na tentativa de prendê-lo, porém sem êxito. 

Rubinho também teve o nome envolvido na Operação Mercúrio, da Polícia Federal (PF). A ação  foi deflagrada em junho de 2005 e teve como principal alvo policiais rodoviários federais envolvidos num esquema de cobrança de propina envolvendo patrulheiros e empresários de transportadoras. Rubem teria suposta participação no furto de veículos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.